27 dezembro 2010

Os 10 Mandamentos, da Lei de Moisés-Estudo Bíblico


EVANGELHO DESVIADO ...

Introdução

Quando a mente está cauterizada, não consegue aceitar a "revelação" do que está embutido na Lei do Velho Testamento. 


Também eu, no início da fé, pela Assembléia de Deus, recebi o pacote-pronto-doutrinário-inquestionável, MAS, eu conversava com Deus sobre tudo o que ouvia e lia. 


PALAVRA DE DEUS NÃO PERMITE OPINIÃO PESSOAL. OPINIÃO É PALAVRA DE HOMEM E NÃO DE DEUS. 

Exemplo que normalmente faço referência, é o das "primícias".
No Velho Testamento eram alimentos, coisas materiais, MAS, HOJE, pela revelação das Sombras das Coisas Futuras (Hebreus 8:5 e 10:1) para quando viesse a plenitude que é Cristo, Primícias são os santos, os filhos de Deus.



Por isso, é erro fazer um "Culto das primícias" para arrecadar dinheiro. 

Vamos navegando na Palavra de Deus para ver a dimensão das coisas: 

O Livro do Êxodo, capítulo 20 traz os 10 Mandamentos.
A partir do capítulo 21 inicia a explicação desses mandamentos
CONFORME A LEI.
Esses 10 Mandamentos da Lei do Velho Testamento possuem duas interpretações: uma PELA LETRA, de modo natural e, outra, PELA REVELAÇÃO embutida na letra, espiritual



Nos 10 Mandamentos, "CONFORME A LEI", se alguém matasse outro, deveria morrer, CONFORME O "NÃO MATARÁS" DOS 10 MANDAMENTOS. 
Êxodo 21:12, diz:  
"Quem ferir alguém, que morra, ele também certamente morrerá."
 
Pela interpretação revelada temos que, por exemplo, se alguém ensinar um falso evangelho que destrua, corrompa e mate a fé verdadeira em Deus Pai e Jesus Cristo, assume a condição de homicida e, se não houver arrependimento do pecado "continuará morto". Exemplo disso é o Evangelho de Cristo misturado com as Leis do Velho Testamento. 

O adultério, nos 10 Mandamentos, referia ao ato praticado fisicamente, entretanto, Jesus diz que se cobiçar com os olhos já adultera. 

Nisso está a diferença. Os 10 Mandamentos INCLUSIVE, são MANDAMENTOS DA LEI, que, para hoje, pede a interpretação revelada, senão, seríamos julgados e condenados pelas penalidades que são expostas logo a seguir no capítulo 21 do livro do Êxodo se descumpríssemos qualquer dos Mandamentos da Lei de Moisés. 

Observação imprescindível:
Os 10 Mandamentos foram dados para o povo de Deus e não para outros povos.
Quando Deus fala com o seu povo no Velho Testamento, Ele está falando,
também, com a Igreja, hoje.
Entretanto, para interpretação do que Deus disse, para hoje, deve ser acrescentada a
interpretação revelada.

 
Por que Deus precisou dizer, para o seu povo, que matar ou tirar a vida de outra pessoa é pecado?
Por que Deus precisou dizer,
para o seu povo, que adulterar é pecado?
Por que Deus precisou dizer,
para o seu povo, que desonrar pai e mãe é pecado?
Por que Deus precisou dizer,
para o seu povo, que cobiçar coisa alheia é pecado?
Por que Deus precisou dizer,
para o seu povo, que dar falso testemunho é pecado?
Por que Deus precisou dizer,
para o seu povo, que deveria guardar o dia de sábado? 


Você entende o propósito real de cada um dos 10 Mandamentos, para o Novo Testamento interpretando a exposição que segue a partir do capítulo 21 do livro do Êxodo, conforme a interpretação revelada e, NÃO, a interpretação natural, da letra, conforme era aplicada antes de Cristo. 

A "severidade" de Deus quando "mata o pecador", no Velho Testamento, de modo físico, traz a compreensão, para hoje, de outra morte mais terrível, definitiva, conforme a interpretação revelada: a morte espiritual para a perdição eterna

As leis, dadas por Deus ao seu povo, diferem das leis dos povos das nações, senão, bastava seguir as leis das nações impostas pelos Poderes Constituídos conforme o governo. 

Assim, o "Não matarás" do Velho Testamento nos 10 Mandamentos, difere da Lei Penal das nações quanto ao seu enquadramento criminal. Por exemplo, se uma pessoa, tanto pela justiça do Velho Testamento quanto pela justiça criminal, vamos citar no nosso caso o Brasil, se matar alguém, pelo Mandamento de Deus deveria morrer e, pelo Código Penal Brasileiro seria julgada e condenada à prisão - sem precisar entrar em mais detalhes jurídicos.

A pessoa homicida, pela Lei Penal Brasileira, mesmo condenada e cumprindo pena, se convertida ao Evangelho de Cristo, é livre e, se passar dessa vida, está salva. Diferente do homicida, hoje, que está sendo julgado pela Lei do Velho Testamento que não tem perdão.
Disso, a luta para abrir o entendimento daqueles que ainda vivem pela Lei do Velho Testamento, mesmo dizendo que acreditam em Jesus Cristo, pois, pelos Mandamentos da Lei estão sendo julgados, Cristo de nada serviu.


Diz o apóstolo Paulo em Gálatas 3:12 

"Ora a lei não é da fé; mas o homem, que fizer essas coisas, por elas viverá."

Por isso, também, grave erro e engano, comparar as coisas de Deus com as coisas do mundo, procurando justificar uma coisa pela outra.

SE, NÃO VIESSE CRISTO, e continuássemos debaixo dos 10 Mandamentos da Lei, os homicidas jamais teriam perdão, da mesma forma os transgressores dos outros mandamentos, pois, a Lei é sem misericórdia e ainda, amaldiçoa.


· Carta aos Hebreus, capítulo 10, versículo 28 e 29, diz:
"Quebrantando alguém a lei de Moisés,
morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou tres testemunhas. 
De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus e,tiver por profano o sangue do testamento, com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?"

 
Profanar o sangue da aliança do Novo Testamento é andar pela Lei do Velho Testamento conforme a interpretação natural, da letra.

Fazer agravo ao Espírito da Graça é, também, afrontar, ofender a plenitude do Amor de Deus, usando o Nome de Jesus Cristo, MAS, buscando justiça pelas obras da Lei, tipo dízimos e sábados.
Diz o versículo:
"...de quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor..."

 
Por isso Jesus, anulou a LETRA da Lei, mas iniciou o tempo da interpretação que estava encoberta na Lei.
A Lei não foi anulada, nenhum jota ou til foi anulado até que tudo se cumpra.

Foi anulada sim, a interpretação da LETRA, mas, mantém a interpretação revelada de todo o Velho Testamento e, ainda, todo o Novo Testamento deixado pelos Apóstolos.

Por isso, também, um adventista do sétimo dia, ainda, por causa do "espírito da Lei" que o domina (o mesmo espírito que condenou Jesus), não consegue compreender o significado "real" quando Jesus diz em Mateus 12:8:  
"Porque o Filho do Homem até do sábado é Senhor."
Limitando a interpretação ao "sábado terreno natural" e negando a revelação embutida na Lei do Velho Testamento. 


Disso decorrre o jugo da Lei que se aplica à doutrina adventista para, sutilmente, destruir a Graça de Cristo,  chegando ao ponto de o "Sábado Adventista" ser mais poderoso que Jesus Cristo e Deus Pai, ou seja, se não guardar o sábado perde a salvação e a graça de Deus. Dízimo é a mesma situação.


A idolatria dissimulada e os objetos de adoração:
Diante da Palavra de Deus, adventistas e dizimistas são colocados na mesma posição dos idólatras católicos, adoradores de imagens de santos, mudando apenas o "objeto da adoração", anulando a graça de Jesus Cristo e a obra da cruz. 


Na igreja católica apostólica romana, a virgem Maria e todos os "sãos", acrescentando as "indulgências", intercedem pelo povo diante de Deus Pai, sem precisar da intervenção de Jesus Cristo, anulando a Palavra na carta do Apóstolo Paulo em 1 Timóteo, capítulo 2, versículo 5, que diz:  
"Porque há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem."
 
Na igreja evangélica, da Lei, os sábados e os dízimos estão "rogando por todos", sendo "mediadores" diante de Deus para poder ser liberado o Seu favor

Onde há idolatria, a Bíblia diz que há culto à demônios e ação de espíritos enganadores.

São irmãos em Cristo? Certo que não, pois, para o adventista obstinado, o "objeto da adoração" é o "santo sábado" e, para o dizimista obstinado, o "objeto da adoração" é o "santo dízimo", pois, sem cultuá-los, ensinam que você não tem a graça de Deus, ao ponto de Deus não poder agir por você e ainda perder a salvação da alma.

Para a doutrina católica apostólica romana é a mesma situação, ou seja, se você não adorar a imagem, é um herege.
Para o católico, a Igreja Evangélica é uma seita, da mesma forma que para a Igreja Evangélica, catolicismo romano é seita. 


Mas, aqui estamos defendendo a Palavra de Deus, porque a fonte interpretada é a Bíblia Sagrada, ENTRETANTO, naquilo que um acusa o outro, cometem o mesmo pecado e blasfêmia mudando apenas o "objeto da adoração".


Da graça tendes caído:
Só Jesus Cristo é o Senhor e Salvador do mundo e, Ele, somente Ele, tem TODO O PODER.
Só Jesus Cristo é mediador entre Deus e os homens.
Nada pode remover essa autoridade e plenitude que lhe foi dada por Deus Pai.


A Igreja "Evangélica" que vive pelas obras da Lei, não é Igreja de Jesus Cristo, pois anula a graça. 

Carta do Apóstolo Paulo, Gálatas 5:4, diz:
"Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei: da graça tendes caído."

 
Diante da Palavra de Deus, quem se justifica pela Lei não tem a graça de Deus, ou seja, não tem Jesus Cristo.
Sem Jesus,
está MORTO, sem salvação da alma. Cristo para nada serve. 

Enquanto a interpretação da lei do Velho Testamento, pela letra, prevalecer, o desvio da verdade continuará levando aos abismos da perdição eterna.

Isso, é o que diz a Palavra de Deus, não eu.


Obs: O apresentado acima é uma introdução ao assunto e terá prosseguimento.

Sergio Luiz Brandão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog Santificai-vos.
Leia antes de fazer seu comentário:

Efésios 4:29
"Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem."

- Os comentários do Blog são moderados.
- Só publique assuntos relacionados ao conteúdo do artigo.
- Não coloque links de artigos nos comentários.
- Os comentários não refletem a opinião do autor.
- Proibido fazer propaganda.
- Identifique-se, pois filhos de Deus possuem um nome e não são anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ATENÇÃO!

Estarei disponibilizando, alguns estudos para baixar em seu computador.
1-Para fazer download, basta clicar na foto relativa ao estudo.
2-Ao abrir a página, logo acima no painel lado esquerdo, clique em Arquivo.
3-Na janela que abrir, clique em: Fazer download como.
4-E finalmente, clique em Documento PDF
Que Deus abençoe sua leitura.
Qualquer problema em abrir o documento, ou com o download, basta me escrever: através do formulário na coluna à direita.

Doutrina da Santíssima Trindade Católica Apostólica Romana

O Senhor Jesus lavando os pés dos discípulos-Significado.

Estudo sobre o Sábado Natural e o Sábado Espiritual

A falsa doutrina do uso do véu pelas mulheres.

O primeiro homicídio no Céu e o primeiro homicídio na Terra.

Carne e Sangue não Herdam o Reino dos Céus.

Primeira e Segunda mortes.

A mulher pode assumir a liderança na Igreja de Jesus Cristo?

As mulheres estejam caladas nas igrejas.

Pedófilos e Pedofilia, Abusando de Crianças, no Corpo e no Espírito.

Jesus Cristo veio cumprir ou anular a Lei do Velho Testamento?

Batismo nas Águas e Santa Ceia do Senhor

Quando Deus disse: Haja Luz-não foi criado o Sol, alguém nasceu.

A Separação dos Reinos.

Futebol e Idolatria Evangélica.

A Parábola das Dez Virgens

Igreja de Jesus Cristo nos Lares

O Verdadeiro e os Falsos Fundamentos.