07 dezembro 2010

Os bastidores da Igreja Evangélica "Prostituída" - A UNIDADE EVANGÉLICA DO ERRO-Assunto relevante para a Igreja de Jesus Cristo


É necessário ao crente saber e entender o que se faz nos bastidores políticos e, "entre os domésticos", envolvendo a Igreja Evangélica. 
Em 2002 a Igreja de Jesus Cristo foi "negociada", servindo de prostituta para troca de favores políticos/financeiros e, em oração, Deus disse que traria a tona a sujeira e, TROUXE À TONA A SUJEIRA.

Resolveu? A Igreja e seus "poderosos líderes aprenderam a lição corretiva? NÃO.
Ao contrário, MUDARAM A FORMA DE FAZER, MAS, A NEGOCIATA CONTINUOU.

O império envolve tanto dinheiro e "alianças" que não tem como voltar atrás.
A Igreja de Jesus Cristo foi negociada pelos líderes por troca de votos e favores e, as ovelhas inocentes, simples ou ignorantes, acreditam nas "conversas fiadas" desses lobos astutos e mentirosos que, hoje, ocupam púlpitos e palanques.

Uma ilustração: Você marido, homem casado, pegaria sua esposa e "ofereceria" para uma troca em algum negócio?
Colocaria sua esposa para ficar disponível para uso de ímpios visando satisfazer seus interesses?

Agora, com aparência de sabedoria, mas que é terrena, diabólica e maligna, tomam o Corpo de Cristo e, transformam em corpo para "negociação", tipo, nós elegemos o candidato e em troca...

Diante da Bíblia, "quando Deus fez isso com o seu povo?"

Mesmo debaixo do jugo de Faraó, Deus não negociou, Deus é a plenitude e dono de tudo.
Somente Ele pode dizer o que Seu povo deve fazer. 

Mas, a Igreja hoje está no espírito de "querer um governo terreno".
A Igreja quer "mostrar que tem poder e autoridade" através de um governante terreno, já se cansou de ser governada unicamente por Deus. Querem um governo "visível".

No passado Deus deu Saul. E, Deus disse para o profeta Samuel: 
"...Ouve a voz do povo em tudo quanto te disserem, pois não te têm rejeitado a ti, antes a mim me têm rejeitado para eu não reinar sobre eles."  (1 Samuel 8:7)

Como saber se isso é a verdade? Como? Basta observar e discernir a sujeira. 
Quando Deus não está conduzindo as coisas e, sim, os homens, com suas sabedorias terrenas e perversas, vemos isso como resultado: O Corpo de Cristo sendo usado como corpo de prostituta para trocar favores políticos e financeiros.

Eu, Sergio Luiz Brandão, não pedi nenhum representante evangélico "natural" diante do Governo. 
Não "autorizei" nenhum representante evangélico "natural" falar em meu nome, em nome dos evangélicos, pois o Corpo de Cristo ao qual pertenço é do céu, Aleluias! Meu representante diante de Deus Pai é Jesus Cristo.

A Igreja foi vendida e, quando Deus fica em silêncio diante de tanta sujeira, conforme diz a Bíblia, podemos esperar pelo pior. 
Por isso veio, também, a mensagem sobre Ananias e Safira. São partes de um todo, de um grande cenário.

Quem é carnal nada discerne, mas, hoje, vivemos um momento terrível quando todo o tipo de corrupção e movimentos de "espíritos enganadores" estão agindo dentro da Igreja. Alguns ministérios já perderam a graça de Deus, são apenas aparências.

Deus é corrupto e mentiroso? 
Deus gera filhos verdadeiros através de líderes corruptos, lobos, mentirosos, profanos, adúlteros?

Estrategistas diabólicos - A UNIDADE DO ERRO:   
Nos últimos escândalos de 2007 vimos as "Igrejas se unirem" a favor dos corruptos. 
Sabem por que se uniram? Sabem por que alguns líderes "evangélicos" porta-vozes em programas de rádio e TV se levantaram em defesa dos corruptos recalcitrantes? 
Porque estão dentro da mesma corrupção e, inflamando o povo ignorante, inocentes úteis, conseguem de alguma forma chamar a atenção diante dos Poderes Constituídos e "gerar opinião pública".

Há ministérios evangélicos que se unem aos corruptos porque pretendem, futuramente, usar os inocentes úteis para fins de votos em eleições e outras coisas "encobertas". 
Inocentes úteis = Povo sem entendimento e discernimento; andam debaixo do domínio do líder e fazem tudo o que ele quer, sem questionar; que vai somente pela maioria que segue o líder; se é cristão, está cegado para a Palavra de Deus e, também, é movido por suas próprias cobiças e fraquezas, conforme são seus próprios líderes, sendo úteis para propósitos comuns. 
Tal o líder, tal o povo. 

Assim, hoje, mesmo diante dos escândalos, líderes de ministérios diversos se levantam para apoiar e pedir ao povo evangélico que ore em favor desses perseguidos pela justiça como se fossem vítimas de alguma armação. 

Isso é estratégia diabólica. As ovelhas cegas e sem entendimento acreditam nesses enganadores e, quando chegar a eleição, certamente votarão nos candidatos indicados por esses que defenderam os líderes recalcitrantes em seus pecados e corrupções.

MAS, DE DEUS NÃO SE ZOMBA. A DESTRUIÇÃO VEM DE ONDE E QUANDO SE MENOS ESPERA.
DEUS NÃO MUDOU.

Uma pausa...

Quem sabe o verdadeiro arrependimento chegue ao coração de alguns líderes e, como consequência, alguns ministérios deixem de ser um exemplo de mentira, astúcia, corrupção, prostituição e luxúria... 

No ano de 1998, na época das eleições, fui levado pelo Espírito Santo a uma famosa igreja para estar ali e jejuar por 21 dias. Motivo? Aliança abominável da liderança da Igreja com a política, sendo que iriam eleger um famoso candidato, o Corpo de Cristo seria usado como massa de manobra política para "troca de favores". 

Em oração, Deus havia revelado que o tal candidato  não iria conseguir o pretendido e iria acontecer uma "virada" na situação para que a igreja fosse livre do laço e pecado, servindo de lição e concerto para a liderança. 

Fui ao Ginásio da Portuguesa, em um dos eventos preparados para "usar os inocentes úteis" para a ocasião e, olhando para a multidão conversava com Deus. O Espírito Santo dizia: "O povo vai atrás do líder." 
Uma multidão cega e submetida aos interesses dos "homens". 

As famosas "palavras proféticas" e "palavras apostólicas" eram as chamadas para o movimento enganoso. 

Deus fez a parte dele, livrou a Igreja do abismo que estava aguardando, entretanto, não foi visto nenhum sinal de arrependimento do ministério, ao contrário, a culpa sempre cai "no inimigo". 
Não se discerne mais as coisas do homem e as coisas de Deus. 

Agora, depois de Deus ter dado todas as chances, vemos o cerco perfeito de um Deus que não brinca com Sua Igreja. 
A tolerância de Deus tem limite. E isso é só o começo.
Isso, por enquanto, é um sinal para avisar todos os desobedientes, rebeldes, recalcitrantes e lobos que fazem do Corpo de Cristo, casa de prostituição e casa de negócio, levantada a custa de sangue de ovelhas sem entendimento das verdades da Bíblia e do Deus Santo e incorruptível. 

Por corrupção, duas pessoas pertencentes a um famoso ministério, choraram diante do juiz terreno quando a sentença foi proferida. Pediram misericórdia para o juiz terreno. Entretanto, diante de Deus e diante da Igreja, não tiveram misericórdia e nem arrependimento de seus pecados. Humilharam-se diante do juiz terreno mas não se humilharam diante de Deus Pai e Jesus Cristo. 

E em entrevistas e pregações continuam alardeando que é "perseguição do inimigo", enganando os cegos e manipulados "discípulos". Um deles disse que deixou a carreira de executivo porque Deus chamou, ENTRETANTO, se vê que ainda continua com "espírito de executivo" e não se converteu (apesar de existir executivo, incrédulo, honesto nos seus negócios). 

Um executivo inescrupuloso, se preciso for, jamais falará a verdade porque, a Verdade, não está no seu coração. 

A cobiça, avareza, luxúria e, sobretudo, MENTIRA, enchem ainda o "espírito de ambos".
Um deles, digo isso por revelação, pois Deus não ungiu, é um falso apóstolo, insiste nos púlpitos com a frase "o diabo é o pai da mentira... o diabo é o pai da mentira... o diabo é o pai da mentira...", então, confessado está. 

Observação: O tal ministério "apostólico", lançou essa "grife" com propósito de levantar e estabelecer domínio e autoridade sobre as demais igrejas, com a indução de que, sendo "apostólico", o povo, que é ignorante nas coisas de Deus e não lê a Bíblia, os exaltasse, em detrimento dos ministérios que não têm "apóstolo". 

Como confirmar isso? É só interpretar as frases de "marketing subliminar quando usam a expressão apostólico". 
Se não conseguir compreender isso, dependeria do discernimento de espírito, que eu tenho, e não precisaria atentar para o aspecto externo. 

Com esse movimento, POR INVEJA, outros ministérios começaram imitar, ungindo líderes ou se auto ungindo "apóstolos".

Disso decorre as frases de "marketing subliminar": "MINHA IGREJA É APOSTÓLICA"; "RECEBA A UNÇÃO APOSTÓLICA QUE TEM MAIS PODER"; "VOCÊ PRECISA TER UMA COBERTURA APOSTÓLICA PARA VENCER O DIABO"; "EM UMA IGREJA APOSTÓLICA VOCÊ É VERDADEIRAMENTE PRÓSPERO"; "QUE ASTÚCIA DIABÓLICA."

Quando comparamos com os fatos que acontecem na política, apenas mudou o lugar. 
As hipocrisias, mentiras, "falsa perseguição", falsa moral, falsa idoneidade, falsa fé, falsa responsabilidade com a família... enfim... só muda o lugar e os personagens, pois, "o espírito é o mesmo". 

Por isso cada líder tem seus "próprios seguidores", ou seja, conforme o "espírito do líder". 
Exemplo, o tal político famoso que falei acima, apesar de tudo o que ocorreu com ele, ainda recebeu votos e está de volta ao cenário de atuação política. 
Seus seguidores são fiéis a ele e sua honra, conforme o mundo. Da mesma forma, os líderes evangélicos que, mesmo que Deus esteja mostrando toda a mentira e engano, os "discípulos" continuam cegamente em defesa deles e seguindo-os. 

A honra é conforme o líder, não é a honra conforme Deus. Tal o líder, tal seus seguidores. 

Por isso, você que está se iludindo e "viajando" com mega templos bonitinhos (faraônicos e seus faraós), som maravilhoso, luzes, palcos com fumaça, palavra profética, palavra apostólica, eu determino, eu profetizo, eu sou deus... eu sou deus... chegou o momento de discernir os espíritos que falam. 

Diante da Bíblia, conforme a verdade da Palavra de Deus, surge a pergunta e faço isso com toda a segurança: 
São irmãos os que conhecem a Palavra de Deus e, de modo obstinado, consciente e voluntário, fazem atrocidades com o Corpo de Cristo? 

A Palavra de Deus dá outra qualificação para aqueles que, dizendo-se irmãos, voluntariamente assim agem. 

Ainda é o começo do movimento desse concerto e juízo de Deus. 

Os cegos e dominados espiritualmente só sabem dizer: "... é perseguição do inimigo, é o inimigo... é o inimigo...". 

Leia o livro da Bíblia "Lamentações de Jeremias" e veja o que está acontecendo.

O engano tem seus sustentáculos através de líderes denominacionais:

Causa repugnância ver outro conhecido falso pastor hipócrita, se levantando como o "porta-voz da Igreja perseguida", tentando promover "passeata de crente", para mostrar o poder da Igreja, tentando intimidar os poderes constituídos.

O tal pastor  se autodenomina "voz profética e apologética" da Igreja de Jesus Cristo, o defensor dos fracos e oprimidos cristãos que são perseguidos injustamente por inimigos. Hipócrita e oportunista. Quem sabe, logo veremos sua ascensão política.

Tive o desgosto de ver algumas "apresentações" desse pastor pela TV, inclusive num Congresso em Recife, onde Palavra de Deus não vi nada, vi um homem que tenta parecer ser de Deus, ensinando conforme o homem natural gosta. Homem de Deus, não vi. E, o pior, uma multidão se alegrando, gargalhando, participando das chocarrices e ignorâncias de ensinamentos contra a Bíblia. A mesa onde deveria servir Pão Vivo, porque se dizem evangélicos, estava servindo carne de porco.
Tendo em vista que a Igreja de Jesus Cristo foi transformada em uma "Grande Empresa", entendo mais adequado que o tal pastor, seja qualificado como pretendente líder sindical de uma Igreja desfigurada pela política/mercado e por uma alcateia maquiada de líderes evangélicos.

Você "elegeu" o tal pastor famoso para ser seu porta-voz?
Nem Deus elegeu. Deus elege, certamente, para defender o que é certo, mas, se defende coisa errada, certamente quem o elegeu foi "outro".

Levanta-se dizendo que não aceita retaliação contra a Igreja Evangélica.
Fala em uma de suas apresentações na TV que, tem uma visão do seguinte:
"A hora que tentarem destruir uma igreja e conseguirem, vão tentar pegar todas."

Diz que é uma afronta, a mídia, chamar a igreja de "organização criminosa".

Mas eu pergunto: Se estão retaliando por causa da sujeira e "crimes" dentro da Igreja que deveria ser exemplo de honra, baluarte da verdade e honestidade, não estão fazendo nada de anormal. É o preço do pecado.

Diante de Deus, conforme a Palavra, o que certos líderes denominacionais, obreiros em geral e membros, fazem com o Corpo de Cristo, além de abominável pecado, é realmente "crime".

O tal pastor, com todo o seu "teatro" visual, gritando, batendo em púlpitos, mesas, pulando (só quem é ingênuo tem medo dessas coisas), faz seu alarde de austero defensor incorrupto de uma igreja incorrupta.

Ele não entra no "mérito das acusações", apenas faz repúdio aos que se levantam para acusar, diante dos fatos que surgem. Só "inocentes úteis" compram essa conversa fiada.

Convoca os crentes para passeata e manifestações públicas baseando na Bíblia quando o apóstolo Paulo exigiu seus direitos quando foi preso e chamou a si a condição de cidadão romano. (Atos 22:25)

Muito conveniente essa passagem bíblica para torcer a verdade.

Aqui há uma diferença, tal pastor e irmãos que leem essa mensagem: Paulo não havia cometido crime e as circunstâncias eram outras.

O apóstolo Paulo era perseguido por causa da glória de Deus, do nome de Jesus Cristo e seu testemunho de crente honrado, honesto e fiel, que incomodava os poderes das trevas, DIFERENTE, do que vemos hoje quando, homens que "usam" o nome de Jesus Cristo, com suas "falsas glórias", em trevas de corrupção, mentira, astúcias diabólicas, provocam a intervenção com juízo e concerto de Deus através da justiça terrena.

Aqui a situação é outra e, querem "incitar" os cristãos evangélicos - que hoje são inocentes úteis e massa de manobra, política e mercadológica, conforme a conveniência e utilidade, para uma manifestação pública, visando tentar fazer "peso contra os Poderes Constituídos e a opinião pública", para que maiores sujeiras não venham à tona e seja derrubada a Babilônia evangélica - não é por causa de perseguição injusta, não.

Crente verdadeiro não faz passeata, manifestação pública e greve de fome.

Os crentes do passado e presente que, piamente, serviram e servem Jesus Cristo nesta terra, deram e dão o exemplo de como fazer nas situações mais difíceis e terríveis quando injustamente perseguidos, sem terem cometido qualquer crime: "Jamais enfrentar".

O crente verdadeiro é perseguido por causa do nome de Jesus e não porque comete crime.

O povo de Deus deve ser alertado contra esses corruptos e enganadores do Corpo de Cristo que, quando são desmascarados, procuram usar o povo que eles enganam e estão debaixo de seus domínios espirituais, como se devessem cegamente obedecer como marionetes sem poder de decisão.

A Bíblia não condena o crente se ele sair de uma igreja que tem seus líderes assim.
Nem precisa "pedir" para sair. Se líderes agem contra a verdade da Palavra, Deus justifica o ato do crente para que saia do constrangimento ilegal dos domínios "lobais" e, esse local onde está NÃO É IGREJA.

Deus chamou para sermos filhos e, NÃO, para sermos escravos de falsos líderes ou falsos irmãos.

Um discurso constante do tal pastor, usando sempre de tom intimidador, atemorizante e constrangedor, é que todo crente deve "obediência cega ao seu pastor ou líder".

Segundo ele, essa obediência deve ser de tal forma que, o pastor ou líder, subliminarmente, assumem uma posição mais poderosa que o próprio Senhor Jesus e Sua Palavra.

Essa insistente "mensagem doutrinadora" já tem seus frutos.
Vemos crentes denominacionais defendendo denominações e, acima de tudo, sobretudo, defendendo o dono dela... não, não é Jesus... é o líder terreno mesmo.
O líder fica em posição de "ídolo" e referência da verdade. O líder falou não se questiona, "o líder é deus".

Não se questiona o líder ídolo diante da Palavra de Deus. Mesmo que esteja agindo fora da Palavra os cegos congregados e dominados são capazes de dizer que "é nova estratégia" de Deus.
Pode o líder dar um tapa em alguém e, esse cego dominado que presenciou o ato na sua frente, dizer: "Bateu? Mentira! Você que é o inimigo!"

Uma das frases intimidadoras é: NÃO TOCA NO UNGIDO! NÃO TOCA NO UNGIDO!

Uma pausa... estava orando sobre isso certa ocasião e o Espírito Santo disse:
"E se Deus não ungiu?" Quem discerne isso? Discernir espíritos e suas obras.

Mesmo os ungidos devem obediência irrepreensível à Palavra de Deus.
Observação: Este tal pastor, quando recebe algum confronto daqueles que não engolem sua hipocrisia e falsidade pastoral, costuma usar as frases de efeito: "meus acusadores são caídos", "não chuto cachorro morto", "não dou ouvidos para os falidos", que o povo de Deus deve tomar cuidado com a internet porque, se lançam alguma calúnia ou difamação, o povo está errando em acreditar e questionar o pastor. Mas o tal orienta (ordena, doutrina, impõe) que qualquer informação na internet ou outros meios da mídia, devem ser desprezadas, querendo afirmar que, mesmo sem avaliação dessas informações, já são todas falsas. 

Somente o tal pastor está com a verdade absoluta e seus "soldados" devem obedecer sem questionar e, qualquer informação externa é mentira já descartada sem ser considerada! Mordaça?! Um hipócrita e conveniente, pregador da maldita e blasfema Teologia da Prosperidade, desmascarado por um outro que viveu no "meio da corrupção", que, mesmo que tenha caído, sabe da verdade dos bastidores e, tem provas. 

Mesmo que, esse tal pastor, tenha durante 30 (trinta) anos usado o nome do Senhor, vindo de família evangélica, etc, diante da Palavra de Deus, isso não abre a porta dos céus para ele. Para aqueles que não compreendem a Bíblia, tudo o que esses homens falam, é verdade, mas, se conferissem a Palavra de Deus, seus prédios denominacionais estariam vazios. Estar com uma multidão arrebanhada e seguindo cegamente, não significa salvação. O  Senhor Jesus Cristo ensinou não julgarmos as coisas pela aparência, mas, segundo a reta justiça. Seria bom, esses falsos pastores, conhecerem Mateus 7:21 em diante. 

Diante da reta justiça, não só este pastor famoso, mas, muitos outros adeptos e imitadores, já caíram. Se, um irmão, vendo as atrocidades e mentiras proclamadas usando o nome de Cristo, isolar-se e ficar fiel ao Senhor e não aos homens, certamente que, este é justificado e a multidão, vai à perdição. Deus não mudou.

E tem aqueles que se dizem crentes alegando que, para um caído não se deve dar ouvidos. Esse argumento, tanto para a justiça de Deus e a justiça dos homens é medíocre e desprezível, esse sim, é o argumento que não tem justiça, adequado e conveniente, visando atender interesses escusos. São as famosas frases de efeito, que quando lançadas, para quem não pensa e nem medita no que ouve, lê ou vê, já produz efeito imediato.

Seguindo essa argumentação, então, se um marido adúltero e mentiroso, a amante falar para a esposa deste, que sai com ele, então, a amante não merece consideração, ou, se o marido adúltero disser para os filhos que é adúltero, ou até contar "coisas feias" verdadeiras da esposa, não tem credibilidade? Tudo aquilo que o marido e a amante falarem já descarta, não merecem credibilidade?

Esse tipo de estratégia para anular a credibilidade das pessoas somente quem é ingênuo e discípulo "bobinho" aceita.

Isso é uma constante e padrão dentro da igreja que se diz evangélica (entraram na política para aperfeiçoarem essas habilidades), as frases de efeito e, também, palavras de ordem, bem elaboradas que transformam "crentes" em obedientes "soldadinhos", massa de manobra, cegos, destituídos, anulados da possibilidade de discernir, ou dizer sim ou não. O líder falou, então é verdade. O pastor, o bispo, o apóstolo falaram... então não se discute, mesmo que esteja blasfemando, mentindo ou corrompendo a verdade da Palavra de Deus e a verdadeira justiça. Esses homens tornaram-se malignamente habilidosos e se colocam acima da Palavra de Deus e acima do próprio Deus. São intocáveis. São invioláveis. São inquestionáveis. São os deuses...

Por essas e tantas, o tal pastor e outros continuam seus domínios sobre os cegos discípulos, que aplaudem, dão glórias a "deus" (é letra "d" minúscula mesmo), e, para inflamar o povo ouvinte, depois de tentar desdizer os "caluniadores e difamadores", que falam a verdade, diz que, com a perseguição que sofre se faz mais forte, pois nada vai impedi-lo de continuar a pregar o evangelho...

Evangelho? Que evangelho? O evangelho da falsa graça? O evangelho da perdição? O evangelho do marketing enganoso? O evangelho do dê e receba? O evangelho do Jesus mercenário? O evangelho do Jesus enganador? Qual evangelho? Quem tem discernimento de espírito entende as manobras de argumentação de espíritos enganadores que dominam o povo. Só cego entra nessa conversa fiada para tentar esconder a verdade e retomar a posição que porventura tenha sido desgastada com as verdades ditas.

Esse procedimento entre os líderes da falida chamada igreja evangélica, é "padrão".
O povo continua sendo escravo, útil, massa de manobra manipulada, indo à perdição eterna com eles.

Algo muito sério vivemos nesses dias:

Você, que verdadeiramente se converteu, sabe que, quando estávamos dominados pelo pecado não percebíamos e nem mesmo sentíamos quando fazíamos algum mal. Ao contrário, até tínhamos prazer no pecado e dele usufruíamos. É a mesma coisa.

Aqueles que estão querendo encontrar Jesus nas Igrejas, através dessas mensagens constantemente repetidas, estão sendo transformados, sem perceberem, em soldadinhos para serviço dos dominadores.

Por isso, o crente precisa conhecer a Palavra de Deus e investigar tudo o que ouve ou lê, dentro e fora da Igreja.
O crente deve obediência ao Amado Deus Pai, ao Senhor Jesus e Sua Palavra que é santa e irrepreensível.
Com lobos e pregadores ardilosos e mentirosos não se senta nem para comer, diz a Palavra de Deus.

O tal pastor ainda "constrange" pastores denominacionais que se não participarem de manifestações que ele "incitar" estarão se omitindo e chama a Bíblia para enquadrá-los em pecado de omissão.

Que terrível essa astuta inversão das coisas. Omissão real é o que fazem dentro do Corpo de Cristo que abriu as portas para todo o tipo de imundícia.

Se, um pastor ou líder, não tem nada com a sujeira de outra denominação, não tem que comprar briga de corruptos e lobos.
Que discurso falso. Somente quem é falso faz um falso discurso.

Os que estão de fora da sujeira estarão sujos se entrarem nessa conversa.
Ao contrário, a Palavra de Deus diz que, quem se dizendo irmão, agir como esses que o tal pastor defende, não devemos nem comer com eles. (1 Coríntios 5:11)

O tal pastor, defende sempre os "falsos perseguidos pelo inimigo", ... enfim, normalmente se defende o que aprova e faz...

Quem "deve" procura se antecipar e se fazer de bonzinho... mas vai chegar a vez dele também... e de outros grandes ministérios... Deus diz. (essa Palavra foi escrita antes de surgir a denúncia do outro pastor)

Usam de astúcias para encobrir o pecado e continuar enganando os de pouco entendimento.

Usar Marcha para Jesus para "mostrar a multidão poderosa da Igreja Evangélica". Resolveu?
Os milhões de inocentes úteis, a massa de manobra política e mercadológica, manipulados e coagidos por seus líderes, com muito "show" e "palavras de ordem", "profecias da carne", "unções apostólicas"... mostraram sua força "para os homens", ENTRETANTO, esqueceram que existe um Deus que não é cego e não brinca de Igreja.
Um Deus que em termos de estratégias e cercos... aleluias... quem escapará... Louvado seja!

Usar helicóptero para derramar óleo, "ungir" a cidade de São Paulo!!!
Custa caro fazer promoção pessoal. Eleição é isso. Ciência política é isso.

A oração de um irmãozinho clamando no meio de uma favela chega diante de Deus, mas, para essa ignorância e astúcia Deus fica de costas. Ou Deus mudou?

Mal sabem que estão lutando contra o próprio Deus pois, esse juízo e concerto vem de Deus contra os abusos e prostituições em que foi transformada a Igreja usando o nome Santo de Jesus Cristo.

Igreja de Jesus Cristo foi transformada em prostituta e mercadora de almas em favor dos interesses de políticos e agenciadores de valores financeiros.
Mais ainda, o grande mercado evangélico interno, "onde tudo vira dinheiro": pregação, mensagem, ensino, louvor e adoração, bazar de roupas usadas...

Eu não consigo imaginar o apóstolo Paulo, preso na cadeia, vendendo suas cartas para ajudar a Igreja a se manter ou para ter recursos próprios de sobrevivência.
Eu não consigo imaginar o Rei Davi fazendo negócio com seus salmos e, dando "shows", com parcerias junto aos "poderes estranhos".
Não consigo imaginar os profetas vendendo suas profecias porque seria o meio de sobrevivência deles.

Existe sim o sustento dos obreiros de modo digno e com amor santo, assistidos e amparados pelos irmãos.
MAS, como vemos, o líder e seu ministério, tendo em vista que tiram uma porcentagem do que é arrecadado no culto, fazem tudo o que podem "conforme a sabedoria diabólica" para tomar dinheiro da congregação. Verdadeiro crime.

E é escandalosa e notória a prática abusiva, terrorista e extorsiva (convencem que você é um criminoso e continuará sendo, por isso, dê dinheiro para acalmar a lei divina...) para arrecadação de dinheiro e, o povo parece "hipnotizado".

Fazem tudo o que o "dono" do lugar fala e, pior, CONTINUAM ALI.

Pessoas, principalmente artistas ou outro que fica notório quando se converte, cobram "cachê" alto para apresentarem seu testemunho(?) em algum lugar.
Nos dias de hoje, tentam subverter a verdade contida na Palavra de Deus, buscando um argumento "inteligente" e sutil para convencer e justificar tal prática.

A Palavra de Deus diz no Evangelho de Mateus, capítulo 10, versículo 8:
"Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai."

Mateus 21:13, diz:
"E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração. Mas vós a tendes convertido em covil de ladrões."

Romanos 16:18, diz:
"Porque os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e, com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos símplices."

2 Coríntios 11:13, diz:
"Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo."

Efésios 4:13, diz:
"Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente."

Em 2 Pedro 2:3, diz:
"E, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua sentença não dormita."

Mais ainda:
Salmo 53:4, diz:
"Acaso não têm conhecimento estes obreiros da iniquidade, os quais comem o meu povo como se comessem pão? Eles não invocam a Deus."

A idolatria na cidade de Aparecida do Norte em relação ao catolicismo romano, hoje, acontece, por exemplo, na rua Conde de Sarzedas em São Paulo, nas livrarias, lojas, bazares e shoppings evangélicos, para atender à idolatria consumista evangélica.
Os "objetos" são iguais, muda apenas a expressão, católico x evangélico.

"Quem" conseguiria manipular as coisas da Igreja para que entrasse por esse sistema?
Com o que se arrecada nas Igrejas, CDs com mensagens, adoração, Bíblias... estariam sendo doados nas ruas como se faz com folheto evangelístico. MAS, o sistema dominou.

O único referencial continuaria sendo Jesus Cristo e não "top stars" que fazem "shows gospel" alimentando o sistema.

Os mesmos "shows gospels", que realizam em época de eleição, contratados com dinheiro só Deus sabe a origem, para eleger algum "irmão" ou ímpio (aqui seria a mesma coisa...).

Se os líderes de Igrejas evangélicas vendessem seus bens e usassem para a evangelização e assistência aos missionários, em poucos dias o mundo seria evangelizado.

Os Falsos perseguidos da Igreja de Jesus Cristo, de denominações diferentes, normalmente não possuem comunhão espiritual e são discordantes doutrinariamente, ENTRETANTO, alardeiam uma proclamação comovente de unidade da Igreja quando um inimigo comum começa atacar os seus bastidores ou desmascarar mentiras.
Quem é o inimigo comum? A lei, a lei que está de modo correto cumprindo sua parte, agindo contra verdadeiros criminosos.

Outra estratégia para se unirem: Em ciência política, quando uma pessoa ou partido político fica visado negativamente, nos bastidores (igreja também tem bastidor), fazem uma avaliação de um outro candidato ou partido político que não tenha, ainda, nada que desabone, e "investem" para promoção desse "substituto".

Esse substituto deverá aparecer para o público "falando bem" daquele que está substituindo PORQUE precisa dos VOTOS dos partidários do substituído.
O substituído, dentro de suas "igrejas", fará a promoção para eleição do substituto - observação:
"Certamente, o povo não vai saber que eles estão fazendo isso... claro".

Se, repentinamente, você notar que uma determinada denominação evangélica, começa defender cegamente outra que confirmadamente pecou e escandalizou, saiba que aí já está em andamento a estratégia de ciência política.

Isso é diabólico, terreno e maligno.

Observe neste último escândalo envolvendo um famoso ministério, quais líderes denominacionais "comovidamente" se apresentaram em defesa dos pecadores, como testemunhas de defesa e, transformando os pecadores recalcitrantes em vítimas de perseguição ou trama, sendo certo que, as mensagens desses líderes enganadores, produzem efeito dentro dos lugares em que eles "dominam" e influenciam.

E, o que é grave: Usa-se a Bíblia, a Palavra de Deus, para defender o que causou o escândalo.
Enquanto o correto seria dizer: Arrependam-se, dizem: É o inimigo perseguindo a Igreja!

Isso é funesto.

Mas, os membros do Corpo de Cristo não se apercebem disso, não compreendem essas "manobras", salvo minoria exceção.

Entretanto: DEUS VÊ.

Deus é bobo? Deus fica olhando a sujeira dentro de sua Casa e aplaudindo a corrupção?
(algumas igrejas ainda serão Casa de Deus, se houver arrependimento, mas, outras, Deus já deixou, vivendo de aparências, não passam de fogo estranho e mortos espirituais)

Mas, o povo de Deus continua cego e dominado por esses espíritos enganadores.

O clamor dos crentes verdadeiros, indignados diante de tanta sujeira, chegou diante do Senhor dos Exércitos.

O pior está por vir. Deus não é bobo.

Há gravíssimas declarações sobre famosos pastores do meio evangélico, é só pesquisar.
Conforme dito, o processo de concerto e juízo de Deus contra a sujeira dentro da Igreja está em andamento.

Vem agora que... há diferença extrema entre o que é santo e o que é secular e mundano e, se alguém mistura, certamente nisso há pecado e blasfêmia.
Por exemplo, hoje em dia, alguns pastores falam que o importante é que a música seja boa, secular ou sacra, ou seja, o santo e o profano se nivelaram e, o Espírito Santo foi nivelado ao espírito do mundo.

A fonte de um crente verdadeiro tem um único nome: Espírito Santo de Deus.

Senão, os salmos de Davi, cheios de glórias e revelações que só podem receber quem tem o Espírito Santo, que custou o sangue de Jesus, seriam nivelados a qualquer canção de boteco ou uma música de orquestra tocada "por homens", sabendo que, toda inspiração tem um espírito como fonte.

É... esses são os condutores do povo que se diz de Deus...

São lobos e hipócritas.

O povo de Deus precisa ACORDAR!

CHEGA DE SER ESCRAVO DE DOMINADORES ESPIRITUAIS DA ALMA!

O crente saiu do laço de satanás, no mundo, e caiu em outro, DENTRO DO CORPO DE CRISTO. 

Peço a você, que lê essa mensagem, considerar e divulgar ao povo de Deus.
Diante da revelação e da Palavra de Deus: Não lutem contra Deus. Isso vem de Deus para concerto e juízo.
Ajude alertar o povo de Deus, divulgue, imprima, distribua, indique, envie por e-mail esta mensagem. 
Deus, por misericórdia, pode resgatar algumas ovelhas das mãos dos enganadores. 

A Reforma da Igreja Evangélica.                           
Separar os líderes enganadores e seus seguidores conforme seus próprios interesses (espíritos), daqueles que são líderes espirituais constituídos por Deus e seus rebanhos, que amam, honram e vivem pela Palavra de Deus.

O que escrevo acima é apenas um resumo de algo muito terrível...
2 João 9, diz:
"Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem Deus; 
quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho."  
                                                 
Sai dela, povo meu! 
Uma pausa... 
Você ainda se ilude com seus "ídolos evangélicos"? 
Pesquise sobre eles, denúncias não faltam.

Deus não mudou, e você, continua inerte, indiferente, conveniente e conivente - DE BEM COM A VIDA? 
Sai dela povo de Deus, já é hora de separar lobos de ovelhas, ainda nesta terra. 
É momento de decisão: QUEM É O SEU DEUS?
Deus tem feito toda a sujeira e engano vir à luz para saber quem serve a Deus ou a homens com espíritos enganadores que alimentam Satanás dentro das igrejas que deveriam ser dos filhos de Deus verdadeiros. 

Quem é o seu Deus? Decida enquanto há tempo! 

Paz ao seu coração.

Sergio Luiz Brandão

Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ATENÇÃO!

Estou disponibilizando, alguns estudos em PDF para baixar em seu computador.
1-Para fazer download, basta clicar na foto relativa ao estudo.
2-O PDF será aberto.
3-Clique na flechinha para fazer o download.
Demora um minutinho, espere que ele abrirá uma janela, basta clicar em Ok.

Que Deus abençoe sua leitura.
Qualquer problema em abrir o documento, ou com o download, basta me escrever: através do formulário na coluna à direita.

Todos os Estudos são baseados nas Sombras das Coisas Futuras

Isaque o Unigênito de Abraão, no Contexto Igreja Livre e Igreja Escrava

Quando Deus Ouve e Atende a Voz de seu Povo para o mau.

A Bíblia diz que Adão não foi enganado quando pecou, Adão sabia o que estava fazendo.

Arrebatamento da Igreja de Jesus Cristo.

É Possível consultar os mortos como o rei Saul consultou o Profeta Samuel?

Os filhos de Deus Crentes, podem Frequentar Praia ou Festa do Carnaval?

Guardar o Sábado da Lei de Moisés

Divórcio e Novo Casamento, segundo a Bíblia Sagrada

Tatuagem e Piercing são lícitos aos filhos de Deus?

Image and video hosting by TinyPic

Doutrina da Santíssima Trindade Católica Apostólica Romana

Pedófilos e Pedofilia - Abusando de Crianças.

Image and video hosting by TinyPic

O Senhor Jesus Lavando os Pés dos Discípulos-Significado.

O Sábado Natural e o Sábado Espiritual

Igreja de Jesus Cristo nos Lares

A falsa doutrina do uso do véu pelas mulheres.

Quando Deus disse: Haja Luz-não foi criado o Sol, alguém nasceu.

O primeiro homicídio no Céu e o primeiro homicídio na Terra.

Carne e Sangue não Herdam o Reino dos Céus.

Primeira e Segunda mortes.

A mulher pode assumir a liderança na Igreja de Jesus Cristo?

As mulheres estejam caladas nas igrejas.

Jesus Cristo veio cumprir ou anular a Lei do Velho Testamento?

Batismo nas Águas e Santa Ceia do Senhor

A Separação dos Reinos.

Futebol e Idolatria Evangélica.

O Verdadeiro e os Falsos Fundamentos.

A Parábola das Dez Virgens