16 outubro 2012

Sendo Jesus Cristo comparado com Adão, quando Ele, então, comeu do fruto?



RESPOSTA:

A pergunta poderia ser feita assim:

Qual o momento em que Cristo (Adão) come do fruto com a Igreja (Eva) para resgate do corpo?
Resposta: Quando nasce neste mundo em corpo carnal, morrendo por ela, sua Igreja, seu Corpo.
 
Quando o Senhor nasceu neste mundo, Ele morreu. A glória foi revestida da morte. 

O Senhor aniquila-se a si mesmo quando se reveste do corpo carnal, que é o corpo do pecado, corpo da morte, corpo de corrupção, em que a igreja escrava e oculta está escravizada e morta em trevas espirituais. O corpo carnal, sua vaidade e concupiscência é segundo Satanás. Mas, o Senhor, nasce, morre e ressuscita vitorioso.

Filipenses 2:
"6. Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,
7. Mas esvaziou-se (outras traduções escrevem "aniquilou-se) a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
8. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz."

Leitura complementar: 

As mulheres estejam caladas nas igrejas - 1 Coríntios 14:26-39


1 Coríntios 14:
"34. As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; 
porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei.
35. E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.
36. Porventura saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela somente para vós?
37. Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor.
38. Mas, se alguém ignora isto, que ignore.
39. Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar, e não proibais falar línguas.
40. Mas faça-se tudo decentemente e com ordem." 

O texto por si só já diz, depende de aceitar ou não, e sabemos as grandes manobras que se faz sobre ele para que não seja interpretado como é. Além do texto já dizer o que pretende, importante acrescentar a dimensão real do que está sendo considerado conforme a Palavra e verdade do Pai e do Senhor, o nosso Salvador.

Gênesis 3:16, diz:
"E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará."
 
Quem quer verdadeiramente servir a Deus em amor e temor, não pode ver as condutas e posturas dos homens e mulheres conforme o mundo vê e julga. Quando o assunto é homem e mulher, se é crente, busca na Palavra de Deus a verdade eterna e nela deseja sinceramente andar. 

É comum, conforme o mundo diz, alegar que, se o homem está acima da mulher, é machismo. Esse julgamento é conforme o entendimento do mundo, conforme razão e compreensão humana.

Se traçar paralelo a partir dessa forma de "raciocínio" humano falível, e trouxer para a Bíblia, estaria dizendo, também, que Deus Pai e o Senhor Jesus são machistas, prepotentes e que submetem as mulheres à situação de inferioridade com humilhação. Seria dizer que o Senhor Jesus e sua esposa, a igreja, se relacionam com machismo da parte do Senhor, uma autoridade de dominador ditador, sem amor. 

O apóstolo Paulo e outros momentos bíblicos trazem a mulher como a figura da Igreja, o Corpo de Cristo, do qual o Senhor é a cabeça, ou seja, o governo do Corpo, o que rege o Corpo. São figuras de verdades eternas. Essas verdades eternas são vividas pelo que foi criado e gerado. 

Sara, mulher de Abraão é a alegoria da igreja livre, que vive pelo Espírito de Deus e tem em si todas as verdades eternas ocultas em mistérios reais pela interpretação revelada da Palavra de Deus (alegorias, figuras, sombras das coisas futuras), enquanto que, Hagar, representa a igreja escrava, a Jerusalém terrena, judeus, que vive da lei do Velho Testamento e interpreta as Escrituras pela letra, seguindo o que a letra diz à risca. Gálatas 4:21-31. 

Sem o Espírito de Deus não se entende além da letra da lei, que é segundo a doutrina dos judeus e, o entendimento fica no limite da compreensão de homem natural.

As famílias dos patriarcas mostram como é a vida do crente. Não pelos rituais, mas, pela ordem de estrutura em amor e temor a Deus. 

Eva, a mulher de Adão, representa, como alegoria, a igreja, aquela que caiu do céu em rebelião, os anjos que deixaram a presença da glória de Deus e seguiram Satanás. 

Eva é figura da rebelião da inveja contra o amor de Deus e sua Palavra, pois, o ato de Eva decidir pelo pecado foi despertado por inveja contra o Deus e Adão, buscando autonomia e poder (da mesma forma que o anjo rebelde nos céus com inveja do Altíssimo). Rejeitou a submissão, da mesma forma que os anjos nos céus e todos os descendentes de Adão e Eva nascem em pecado, da mesma forma que todos os seguidores da rebelião nos céus contra Deus. 

Creio que este foi um momento terrível dentro da eternidade, pois não temos a dimensão do poder que envolve tudo isso.
Um Tsunami ou este planeta explodindo completamente seria uma gota do que ocorreu nessa ruptura de poderes terríveis.

Adão é o resgate do corpo da mulher, da mesma forma que Cristo é o resgate do Corpo da Igreja, sua esposa.

Romanos 5:14, diz:
"No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir."

Adão comeu do fruto e ele é referido como a figura de Cristo. Se Adão caiu por que seria ele figura de Cristo? Seria insensato e incoerente. 

Por isso, o resgate do corpo, o resgate da mulher, o resgate da igreja. É uma coisa só.
Senão, Adão poderia dizer para Eva: "Você seja condenada sozinha, não tenho nada com isso". 

Da mesma forma o Senhor diria para nós: "Que sejam condenados, não tenho nada com isso". 

Qual o momento em que Cristo (Adão) come do fruto com a Igreja (Eva) para resgate do corpo?
Resposta: Quando nasce neste mundo em corpo carnal, morrendo por ela, sua Igreja, seu Corpo.
 
Quando o Senhor nasceu neste mundo, Ele morreu. A glória foi revestida da morte. 

O Senhor aniquila-se a si mesmo quando se reveste do corpo carnal, que é o corpo do pecado, corpo da morte, corpo de corrupção, em que a igreja escrava e oculta está escravizada e morta em trevas espirituais. O corpo carnal, sua vaidade e concupiscência é segundo Satanás. Mas, o Senhor, nasce, morre e ressuscita vitorioso. 

Filipenses 2:
"6. Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,
7.
Mas esvaziou-se (outras traduções escrevem "aniquilou-se") a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;

8. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz." 

A amada Igreja, então, começa surgir gloriosa para seu esposo. 

Assim, essa submissão, não vem, conforme entendimento natural, de uma violência contra a mulher. 

A primeira violência que gerou a queda de toda a humanidade (figura do que ocorreu nos céus) foi através da mulher Eva. Por isso, a serpente, ao invés de falar com a cabeça (homem), foi falar com o corpo (mulher). Nos céus, a rebelião começou de um falando com os anjos, não com a cabeça dos anjos. 

As verdades espirituais são imutáveis e eternas, por isso, nesse nascer de novo que foi concedido, devemos buscar, sem exceção, homens e mulheres, submissão plena debaixo da potente mão do Senhor, mas, também, viver conforme as verdades eternas que nos são ensinadas, para que não haja desvio. Se ocorrer o desvio, consequentemente, o Corpo de Cristo perde a cabeça e se torna rebeldemente independente e livre para fazer o que bem entende, pois, conforme o jargão, do mundo: as mulheres finalmente conquistaram a independência dos homens; a liberdade feminina; a mulher independente, dona do seu espaço; a autonomia feminina. Essas coisas que ocorrem no curso do mundo tem sentido para as coisas que envolvem os filhos de Deus, se seguirem esse mesmo espírito do mundo, que é segundo as astúcias de Satanás. O crente não anda segundo o curso do espírito deste mundo, anda segundo o Espírito de Deus. (Efésios 2)

Uma multidão, que se considera Corpo de Cristo, pode estar vivendo "sem cabeça" (isso é notório), porque vivem pelas suas próprias doutrinas, conforme as coceiras nos ouvidos e seus próprios interesses. Tornam-se, assim, corpo de prostituição, corrompido. 

Corpo de Cristo, não vive e se corrompe com outros homens (o mundo), mas, unicamente, para a glória do esposo, que é Cristo. 

A doutrina de Cristo é a doutrina dos apóstolos do Cordeiro, a única deixada para a Igreja do Senhor. 

Já muitos apóstolos se levantaram na atual igreja evangélica (?) da nova era, impondo suas próprias doutrinas, "usando" o nome do Senhor para "fisgar" os distraídos e sem entendimento da Palavra de Deus.

É comum ouvirmos, quando se referem às congregações: Vou lá porque tem música; vou lá porque tem jovens bonitos; vou lá porque tem orquestra; vou lá porque uso a roupa que EU quero; vou lá porque tem gente rica; vou lá porque só tem próspero financeiramente; vou lá porque preciso cantar mais; vou lá porque o pastor é bonito; vou lá porque tem pastora e não gosto de igreja com pastor; vou lá porque o pastor é gay; vou lá porque pode dançar axé e funk; vou lá porque tem ringue de luta no salão da igreja; vou lá porque não falam do pecado só alegria; vou lá porque as mulheres são maioria;...

Enfim, esses e tantos outros motivos fazem parte daqueles que estão andando conforme o curso do espírito do mundo, segundo as coceiras nos ouvidos e não segundo a única doutrina de Cristo. 

Leitura complementar:

Sergio Luiz Brandão

13 outubro 2012

A Igreja Evangélica ou, um crente individualmente, devem buscar amparo legal para agir contra possíveis abusos de declarações da imprensa ou outra pessoa qualquer, que mancham, denigrem, difamam, ofendem a sua reputação (da Igreja Evangélica)...etc...etc?


Poderia responder de modo simples, conforme a simplicidade da Palavra de Deus e encerrar o assunto, baseado na passagem de 1 Pedro 3:14, que diz:  
"Mas também, se padecerdes por amor da justiça, sois bem-aventurados..."

Mas, um pouco antes dessa passagem, no capítulo 2, versículos 18 em diante, diz: 

"Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor aos senhores, não somente aos bons e humanos, mas também aos maus. 

Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, PADECENDO INJUSTAMENTE. 
Porque, que glória será essa, se, PECANDO, sois esbofeteados e sofreis, mas se, FAZENDO O BEM, sois afligidos e sofreis, isso é agradável a Deus. 
Porque para isto sois chamados, pois também Cristo padeceu por nós deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas..." (Meus destaques)

E, muitas outras passagens bíblicas, da Palavra de Deus, que, nos foram deixadas por homens inspirados pelo Espírito Santo, para que, andássemos como imitadores de Cristo. (Oportuna a leitura dessas duas cartas do apóstolo Pedro para ampliar a compreensão do que está sendo exposto agora)

É emergente escrever sobre isso porque há um alarde dentro do meio evangélico de que o crente deve entrar na justiça para "buscar seus direitos" quando entender ofendido na sua honra ou ter a sua moral atacada por qualquer meio, principalmente a imprensa. 

Aquele que se diz cristão, crente evangélico, tem apenas um Deus e Pai e um Salvador, o Senhor Jesus e, a Palavra de Deus é o único alimento e regra de fé, que ensina, consola e exorta, edificando um filho de Deus e, num contexto maior, a Igreja de Jesus Cristo.

Acima, lemos que, se somos afligidos, PADECENDO INJUSTAMENTE, porque FAZENDO O BEM, isso é glórias a Deus, estejamos felizes com isso. Parece loucura isso, não é? Mas é assim a verdade de um filho de Deus. Sabe por quê? Olhe para você mesmo. Somente por causa da graça e imerecidamente você recebe a salvação da sua alma. Quem fez justiça para isso? Você tinha direito à alguma coisa? Ainda, na cruz, Jesus disse: "Pai, perdoa porque eles não sabem o que fazem." Eu e você estávamos ali, também, condenando Jesus à cruz. Mas, recebemos o perdão que não merecíamos. 

Você pode perguntar: "Mas o que isso tem a ver com a pergunta que foi feita no início?"  TUDO! 

Jesus Cristo, por ser sem pecado e Filho de Deus, poderia, como ele mesmo disse, clamar ao Pai que enviaria legiões de anjos e acabaria com tudo isso... Mas, justiça real que só Deus tem não se faz assim.

Jesus, o próprio Filho de Deus, sofreu o que nenhum ser humano jamais sofreu ou sofrerá. Se você já leu o texto sobre a * tentação de Jesus no deserto e como se identifica um diabo, sabe que, o Santo de Deus, foi julgado por Satanás segundo a justiça deste mundo. Em Jesus Cristo não havia injustiça ou pecado. 

Mas, o tempo passou... 

Hoje, para dizer que o crente ou a Igreja chamada evangélica, estejam PADECENDO INJUSTAMENTE, porque estão FAZENDO O BEM, a Palavra de Deus deve ser consultada. 

O que mais tem acontecido nos últimos tempos são fatos notadamente criminosos ou escândalos dentro das Igrejas evangélicas e, para um fato ocorrido, há uma notícia. 

Não estou aqui pretendendo defender a imprensa ou outra pessoa qualquer que esteja, possivelmente, abusando de suas funcionalidades, mas estou, colocando os 
acontecimentos diante da Palavra de Deus e não diante de "opiniões de homens de Deus" ou formadores de opiniões dentro de igrejas evangélicas com seus rebanhos. 

ENTENDA ISSO:
Se a Igreja de Jesus Cristo cuidasse do que a Palavra diz, e, em todas as coisas, honrasse seus compromissos legais e sociais, andando com simplicidade, retidão e honra real (não aparente), CERTAMENTE, ninguém teria o que falar e, se falasse, CERTAMENTE, seria injustiça. 

Mas, por muitas razões "carnais", terrenas e diabóblicas, a Igreja chamada evangélica desviou e, AGORA, para "parecer santa" diante do povo interno e externo, busca, na lei dos homens, a inútil honra aparente. 

Para fazer valer essas "honras aparentes" diante do povo, há a necessidade de muitas estratégias humanas, usando todos os tipos de meios para que as mensagens "adequadas" cheguem aos ouvidos. E, o povo, na maioria das vezes, "acredita" ou fica em dúvida conforme a eficácia da informação manipulada. 

Essa guerra com a imprensa acabaria se a Igreja tomasse sua posição diante da Palavra de Deus, pois, enquanto houver FATO que mostre as coisas ilegais com pessoas que se dizem evangélicas, a imprensa nada faz além do que lhe é de funcional, ou seja, dar a notícia.

Quando a legislação é invocada com alarde de que "falam sem provas"... estão perseguindo a igreja... isso faz parte de estratégias. Aí surgem os advogados que serão pagos com dinheiro da Igreja (povo) para defender em algo que foi crime e pecado... 

Quando você observou os políticos nos escândalos do mensalão e tantos outros e, hoje, observa os de dentro da Igreja chamada evangélica em seus argumentos, naturais e legais, quando ocorre escândalo, você não vê diferença. A única expressão que os da igreja acrescentam é: é o inimigo perseguindo a igreja.

Se você atentar, verá que, os de fora, acusam os da igreja, naquilo que a Palavra diz que deveria ser e não se faz, ou seja, os de fora, cobram da Igreja aquilo que ela prega!!!
- A igreja prega honestidade? Por que tantos corruptos e desonestos enganadores dentro da igreja, dos líderes aos membros?
- A igreja prega humildade e dar dinheiro aos pobres? Por que tanto líder avarento, soberbo, milionário que, para sustentar seu luxo depende do sacrifício dos mais pobres?
- A igreja prega simplicidade nos trajes? Por que tanta sensualidade e esnobismo, promovendo grifes?
- A igreja prega que o inimigo só está lá fora? E o líder, obreiro ou membro desonesto, lobo... ele é o quê? 

Se, os de dentro da Igreja vivessem a Palavra de Deus, os lobos, corruptos, mercenários, mercadores da fé, aproveitadores sensuais, mentirosos... não teriam espaço e estariam fora do meio chamado evangélico. A Palavra de Deus diz que não se deve sentar à mesa com esses, mas, hoje, eles são os "cabeças" nas mesas. 

E, se esses enganadores, são removidos das igrejas, simplesmente abrem outro ministério conforme "seu espírito", usando a expressão "Evangélico" e "Jesus Cristo".

A Igreja ou ministérios que são honrados deveriam denunciar dentro do Corpo de Cristo tais lobos, mas, por covardia e até conivência, calam-se com o jargão: "É a casa de outro e não é problema meu". 

Mas, o enganador está usando o nome de Jesus Cristo e associa a casa dele com a sua, porque o que vincula é o nome de Jesus Cristo e a expressão "evangélico". 

Se a justiça dos homens chegou e começou questionar e encontrou muita coisa errada dentro do meio evangélico, contrário à legislação e contrário à Bíblia, então, o mínimo que os líderes deveriam fazer era confessar o pecado e recompor o que foi feito errado.

Mas, se as coisas estiverem sendo conduzidas de forma "legal", ou seja, em juízo, colocar tudo em dúvida para que a verdade não seja confirmada ou encontrada, o erro será alimentado e, certamente, novos escândalos continuarão surgindo. 

Se as coisas estiverem sendo conduzidas por homens que se dizem de Deus, mas são lobos e mercenários enganadores que não se arrependem e nem se ratratam diante de Deus e dos homens conforme um verdadeiro crente agiria, então, a lei dos homens é o caminho ideal para buscar sustentação de uma honra aparente ou falsa honra. 

Não estou entrando em detalhes de como os bastidores funcionam e de todas as hipóteses de possíveis manipulações e explorações de pessoas influentes nesse "grande negócio político-financeiro" chamado Igreja evangélica.

Não se iluda quando um líder evangélico, em pregações, disser que a revista ou o jornal tal foi condenado por causa de publicações de alguma matéria que tenha ofendido a imagem da igreja. 

A condenação dada por um juiz humano para aqueles que possivelmente tenham agido ilegalmente contra a igreja, não absolve a mesma igreja diante de Deus.

Conclusão:
Se a Igreja chamada evangélica, estiver PADECENDO INJUSTAMENTE, porque está FAZENDO O BEM, glórias a Deus por isso e, isso, é honra real que nenhuma justiça humana pode considerar, ou seja, crente não vai em tribunal humano buscar seus direitos porque a honra do crente é outra. Tribunal humano é para julgar as coisas entre os naturais. 

Entretanto:
Se a Igreja chamada evangélica, estiver PADECENDO JUSTAMENTE, porque está FAZENDO O MAL, não há glórias a Deus por isso e, qualquer honra que buscar nos tribunais pela lei humana, será apenas honra aparente. 

Crente que entra em tribunal humano, por causa de crime comum previsto na legislação, e é condenado, o mundo cumpriu o seu papel, não houve perseguição de "inimigo" pois crente deveria ser exemplo de honestidade e retidão para dar honra à Igreja.

Sergio Luiz Brandão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ATENÇÃO!

Estou disponibilizando, alguns estudos em PDF para baixar em seu computador.
1-Para fazer download, basta clicar na foto relativa ao estudo.
2-O PDF será aberto.
3-Clique na flechinha para fazer o download.
Demora um minutinho, espere que ele abrirá uma janela, basta clicar em Ok.

Que Deus abençoe sua leitura.
Qualquer problema em abrir o documento, ou com o download, basta me escrever: através do formulário na coluna à direita.

Todos os Estudos são baseados nas Sombras das Coisas Futuras

Isaque o Unigênito de Abraão, no Contexto Igreja Livre e Igreja Escrava

Quando Deus Ouve e Atende a Voz de seu Povo para o mau.

A Bíblia diz que Adão não foi enganado quando pecou, Adão sabia o que estava fazendo.

Arrebatamento da Igreja de Jesus Cristo.

É Possível consultar os mortos como o rei Saul consultou o Profeta Samuel?

Os filhos de Deus Crentes, podem Frequentar Praia ou Festa do Carnaval?

Guardar o Sábado da Lei de Moisés

Divórcio e Novo Casamento, segundo a Bíblia Sagrada

Tatuagem e Piercing são lícitos aos filhos de Deus?

Image and video hosting by TinyPic

Doutrina da Santíssima Trindade Católica Apostólica Romana

Pedófilos e Pedofilia - Abusando de Crianças.

Image and video hosting by TinyPic

O Senhor Jesus Lavando os Pés dos Discípulos-Significado.

O Sábado Natural e o Sábado Espiritual

Igreja de Jesus Cristo nos Lares

A falsa doutrina do uso do véu pelas mulheres.

Quando Deus disse: Haja Luz-não foi criado o Sol, alguém nasceu.

O primeiro homicídio no Céu e o primeiro homicídio na Terra.

Carne e Sangue não Herdam o Reino dos Céus.

Primeira e Segunda mortes.

A mulher pode assumir a liderança na Igreja de Jesus Cristo?

As mulheres estejam caladas nas igrejas.

Jesus Cristo veio cumprir ou anular a Lei do Velho Testamento?

Batismo nas Águas e Santa Ceia do Senhor

A Separação dos Reinos.

Futebol e Idolatria Evangélica.

O Verdadeiro e os Falsos Fundamentos.

A Parábola das Dez Virgens