09 agosto 2011

Campanha na igreja, o que diz a Palavra de Deus?


É comum, no meio evangélico em geral, diversas novidades inventadas por homens, seja lá para iludir ou aumentar o número de pessoas presentes, e com isso, aumentarem a arrecadação de dinheiro. Isso se tornou a "prioridade" nas igrejas que se dizem de Deus e não a pregação do verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo.

Inventam de tudo um pouco, para com isso, tirar vantagens sobre o povo ignorante da Palavra de Deus, óleo poderoso contra doenças, anel para fortalecer o casamento, cajado de Moisés, água ungida, fitinhas milagrosas, toalhinhas poderosas para combater todas as enfermidades, meias, sabonetes ungidos, tijolos, cimento abençoados para você conseguir terminar sua construção ou comprar a sua casa própria, carnê de contribuição que você pode fazer em nome de seu esposo , filho, ou qualquer um que esteja com problemas em alguma área de suas vidas, e por aí vai... algo parecido com o bezerro de ouro que os filhos de Israel fizeram, precisam de algo, de um objeto, para neles colocarem a sua fé.

Agora, podemos questionar tais invencionices com uma única pergunta:
Aonde, na Palavra de Deus, encontramos tais procedimentos ou algo afirmando ou comprovando tais atitudes?

A Palavra de Deus, em momento algum, diz que em nossa caminhada com Jesus Cristo, tudo seria flores e alegrias, que não teríamos mais nenhuma desventura nessa vida, nem apertos, necessidades ou enfermidades, porque ainda estamos no mundo, e mesmo que tenhamos um espírito regenerado ainda estamos em corpo carnal corruptível e suscetível às mesmas coisas que as demais pessoas passam nesse mundo.

Eclesiastes 9:2

"Tudo sucede igualmente a todos: o mesmo sucede ao justo e ao perverso; ao bom, ao puro e ao impuro; tanto ao que sacrifica como ao que não sacrifica; ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento."

É claro que o Senhor por suas infinitas misericórdias, muitas vezes nos cura, nos liberta, nos guarda, nos dá aquilo que necessitamos, cura aqueles que amamos, enfim, nos dá tudo aquilo que precisamos, mas também, muitas vezes passamos pelas mesmas coisas que as outras pessoas, mas com uma diferença: Temos o Pai para nos ajudar e consolar.

Temos que estar firmes tanto na alegria quanto na tristeza, na saúde ou na doença, na necessidade ou na fartura, pois sem uma firmeza em Deus, vem um vento e nos derruba, e por isso muitos abandonam o Senhor.

O evangelho da prosperidade é uma heresia, e quem prega que crente tem que ser rico e saudável em todo o tempo, é porque não conhece a Palavra de Deus e vive um "outro" evangelho que deve ser considerado anátema.

Jesus Cristo mesmo é um exemplo, não veio nascer em um palácio rodeado do bom e do melhor, ao contrário, nasceu em uma estrebaria pois na estalagem não havia lugar para eles, isso mesmo! na estalagem não havia lugar para o Filho de Deus, o Filho da glória, majestoso, maravilhoso, puro, a luz inacessível... veio nascer em uma humilde estrebaria, e nós pecadores, embaixo de uma terrível condenação, afastados de Deus e mortos diante dele, mas que somente pelo grande amor com que Deus nos ama, nos concede a absolvição dos pecados por intermédio de seu Filho amado, merecemos somente riquezas e tudo o que há de bom nessa terra?

Deus por sua infinita misericórdia supre as nossas necessidades, mas a Palavra em tempo nenhum fala que um crente viverá em um mar de rosas.
Devemos nos lembrar que este mundo é reino das trevas, reino de Satanás, aqui tem um príncipe astuto que faz de tudo para matar, roubar e destruir, e sua luta maior é contra os filhos de Deus.

Mateus 4:8,9 diz:
"Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.
E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares."

O Diabo ofereceu os reinos desse mundo perverso ao Senhor Jesus Cristo, porque os reinos desse mundo pertencem a ele, estão sob o seu domínio, pois o Senhor Jesus Cristo deixou bem claro que o Reino dele não é deste mundo:


João 18:36

"Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, os meus ministros se empenhariam por mim, para que não fosse eu entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui."

O Senhor Jesus Cristo reina através de sua Igreja na terra, mas este reino aqui é de Satanás, aqui é o reino das trevas e o domínio espiritual é do maligno.


Portanto esse negócio de ficar com invencionices as quais não condizem com a Palavra de Deus, não faz parte do verdadeiro povo de Deus.


Não adianta ficar pagando pelas bênçãos, nem se sacrificar por elas... Jesus mandou ficar fazendo campanha para obtermos alguma bênção de sua parte? É claro que não!


Mateus 9:13

"Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento."

Mateus 12:7

"Mas se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes."

Oseias 6:6

"Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos."

Mateus 6:33,34
"Mas, buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas,
Não vos inquieteis pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal."

Lucas 11:9,10

"E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á, buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á; Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-vos-á."

Não é preciso campanha nenhuma, nem sabonete, rosa ou toalhinha ungida, nenhuma dessas coisas irão valer de nada, e se de alguma forma valerem, sabemos muito bem quem é que está por trás do milagre, é o mesmo que ofereceu os reinos desse mundo ao nosso amado Senhor Jesus Cristo, é o mesmo que se transforma em anjo de luz para enganar, e quando a Palavra diz que ele se transforma em anjo de luz para enganar, não é para enganar os ímpios, os que estão no mundo, mas sim, para enganar aqueles que estão caminhando com Jesus Cristo. 


Aquele que cobra para dar algo não é o nosso Senhor Jesus Cristo, mas sim, o príncipe deste mundo, que também opera milagres para que os que estão sendo enganados, permaneçam no engano, Jesus disse que TUDO aquilo que recebemos de sua parte, devemos dar unicamente de graça, quem cobra está em grande "pecado" e se não se arrepender estará condenado para sempre. E isso podemos aplicar a todos aqueles que de alguma forma, ganham dinheiro ou com os dons que Deus deu, ou usando o nome de Deus e do Senhor Jesus Cristo, como cobrar para pregar, gravar CD e vender, escrever livros e cobrar por eles, isso é um pecado terrível... Você já viu o apóstolo Paulo cobrando suas cartas ou o rei David vendendo os seus salmos?


Mateus 10:8

"Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai..."

Portanto, qualquer tipo de cobrança, seja no que for relacionado com o reino de Deus é pecado, seja em forma de carnê, boleto bancário, cartão de crédito, envelope onde se coloca uma soma em dinheiro a favor de determinada bênção... tudo isso é engano e caminho de perdição.


Podemos ver isso através do que vemos nas igrejas que se dizem de Deus, onde existe tudo quanto é tipo de comércio, e quando pensam que estão barganhando com Deus, estão é já cegos pelo seus pecados que cometem contra Deus e o Senhor Jesus Cristo, parecem vivos, mas muitos já estão mortos diante de Deus, e uma multidão os seguem...


Ainda sem contar com as doutrinas anátemas e a mistura da lei com a graça, como dízimos e a guarda do sábado, colocam vinho novo em odre velho pisando assim, no sangue do Cordeiro de Deus e fazendo agravo ao Espírito da Graça.


Hebreus 10:28-31

"Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.
De quanto maior castigo cuidais vós será merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?
Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo."

Vamos acordar e voltar ao verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo.


1 Timóteo 3:6-11

"Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade,
É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas,
Perversas contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.
Mas é grande ganho a piedade com contentamento. 
Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. 
Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes. 
Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. 
Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão."

Pense nisso, você que leu já não poderá dizer que não sabia...

Paz ao seu coração.

Bia 

42 comentários :

Anônimo disse...

Eu concordei e estarei concordando na questao das campanhas que nao deixam de ser as novenas catolicas. Entretanto eu so nao concordei na sintese da prosperidade, e Deus deixou a sua palavra na Biblia para que possamos entender e viver em plena harmonia e em saude perfeita e porque nao ser um milionario com Deus. Assim sendo os demais topicos eu tiro meu chapeu, muito bem explicado.
Abracos - Antonio

Bia de Jesus disse...

Caro Antonio, posso deixar uma Palavra para você refletir:

1 Timóteo 6:3-11
Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade,
É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas,
Perversas contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.
Mas é grande ganho a piedade com contentamento.
Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele.
Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.
Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.
Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.

Se acaso, Deus permitir a prosperidade para algum filho, que seja principalmente, para ajudar aos irmãos necessitados, e a estes Deus diz:

1 Timóteo 6:17-19
Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;
Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis;
Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam se apoderar da vida eterna.

Enfim, é isso...
Paz ao seu coração.

Domingos disse...

Olá a paz de Cristo...
Irmã concordo com tudo, menos no que se refere ao Dízimo, pois o Senhor Jesus ao interpelar os Escribas fala sobre dar o Dízimo de tudo, só que não podemos esquecer as demais coisas como amor, piedade, compaixão...etc
abraço, fique com Jesus...

Bia de Jesus disse...

Caro Domingos, precisa entender o que Jesus quis dizer aos escribas e fariseus, eles tinham que praticar o amor e não somente a lei, mas Cristo veio para cumprir TODA A LEI, para que pela fé a lei fosse escrita em nossos corações pelo amor incondicional de Jesus Cristo. Paulo diz em Gálatas 4:21-31, que os que vivem pela lei são filhos da escrava Agar e os que vivem pela graça são filhos da livre Sara, leia e medite nessa passagem, nesse texto também diz que os escravos não herdarão com os filhos da graça, isso quer dizer que os que vivem em doutrinas da lei são escravos e não herdarão os céus com os filhos da graça, porque para isso veio Cristo, para cumprir toda a lei e justiça de Deus. Saia desse engano do dízimo pois ele NUNCA foi dinheiro, e sim alimentos para a tribo dos levitas que não tiveram herança com as doze tribos de Israel e precisavam de alimentos para viverem. Na graça a oferta é de coração e de acordo com a prosperidade de cada um.

2 Coríntios 9:7
Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.

Paz ao seu coração.

Robi Ewerton Nascimento disse...

Certíssimo, irmã!!! E tem mais!!!
8Certos de que Deus é poderoso para fazer que toda a graça vos seja acrescentada, a fim de que em todas as áreas da vida, em todo o tempo, tendo todas as vossas necessidades satisfeitas, transbordeis em toda boa obra.

9Como está escrito: “Distribuiu, doou dos seus bens aos NESCESSITADOS; a sua fidelidade será eternamente reconhecida”. 2Co 8-9

Bia de Jesus disse...

Amém irmão Robi, paz ao seu coração.

Ro Soares disse...

Gostaria de saber se tem escrito na bíblia a palavra CAMPANHA, alguém pode me dizer?

Bia de Jesus disse...

Não tem não Ro, isso é coisa do homem e não de Deus.

Diego Neves disse...

A paz irmã! Gostei muito do seu comentário sobre as campanhas, mas não concordo sobre o dízimo. Porque o dízimo foi dado por Abraão antes da lei judaica. Em Gênesis 14:20/Hebreus 7:2 diz que ele deu o dízimo de tudo que tinha. Eu tenho que entregar o dízimo com o coração voluntário, não por obrigação ou medo. Graça e paz!

Bia Pereira disse...

Caro Diego, o dízimo pertence à lei de Moisés e Cristo cumpriu toda a lei, por isso na graça não pode haver doutrinas da lei.

Romanos 7:1-3 (Veja a revelação espiritual)
NÃO sabeis vós, irmãos (pois que falo aos que sabem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive?
Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido.
De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for de outro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido.

Quando Jesus veio para a sua esposa, Israel que vivia pela Lei, ela recusou.
Jesus estabeleceu a nova Lei, a Nova Aliança, o Novo Testamento, mas sua esposa, Israel, rejeitou-o.

A partir do momento que Israel / Igreja / Esposa do Cordeiro, rejeita seu legítimo esposo, passa a ser adúltera, ou seja, vive com outro homem que é a Lei do Velho Testamento. Israel continua vivendo pela Lei do Velho Testamento e não pela Graça. Como uma esposa adúltera. Que se prostitui com outro homem, A LEI.

Romanos 7:4
Assim, meus irmãos, também VÓS ESTAIS MORTOS PARA A LEI pelo corpo de Cristo, para que SEJAIS DE OUTRO, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus.

É por isso que não pode haver doutrina da lei na graça de Jesus Cristo, porque estamos mortos para a lei pelo Corpo de Cristo, para que sejamos dEle. Se na graça, ainda fico com a lei, estou adulterando contra Cristo e sabemos que os adúlteros não herdarão o Reino dos Céus.

Anônimo disse...

O dízimo foi dado por Abraão antes da lei e o mesmo (o abraão), não era judeu. Portanto o devolver o dízimo é correto. Podemos até mudar a nomenclatura de dizimo para oferta porém hoje devemos ser muito mais zelosos nesta questão, se analisarmos o evangelho de Jesus, devemos dar muito mais do que os 10%. Não se enganem, pois o evangelho para ser levado e pregado, também precisa de verba. devemos colaborar com alegria, porém não nos abster do IDE E PREGAI O EVANGELHO...

Bia Pereira disse...

Anônimo, o dízimo pertence a lei e não a graça.

Hebreus 7:5
E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, SEGUNDO A LEI, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão. (AQUI É BEM CLARO, DIZ QUE É SEGUNDO A LEI)

Romanos 7:4
Assim, meus irmãos, também vós estais MORTOS PARA A LEI pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus.

Anônimo disse...

O Novo Testamento não traz profundas referências a respeito do tema, mas, movidos pelo Espírito Santo, compreendemos que é bom e agradável dizimarmos a Deus, pois O amamos e entendemos que os recursos financeiros são necessários para a pregação do evangelho.

Paulo, dirigindo-se às igrejas ensina que deveriam fazer coletas, nas quais os servos dariam segundo a sua prosperidade ("Quanto à coleta para os santos, fazei vós também como ordenei às igrejas da Galácia. No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando, para que se não façam coletas quando eu for."1Co 16.1-2).

É uma ação de amor, generosidade e alegria ("E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria. Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra, como está escrito: Distribuiu, deu aos pobres, a sua justiça permanece para sempre." 2Co 9.6-9).

As ofertas eram segundo as posses da cada um. Este é o mesmo entendimento para o dízimo, uma doação à igreja de ofertas agradáveis, que serão usadas na manutenção do templo, missões e no auxilio aos irmãos mais carentes, ligados ou não à denominação, afinal, no Reino não há denominações.

É inaceitável que as igrejas (instituições) guardem o dinheiro do Senhor (poupança e aplicações financeiras diversas) enquanto há tantos irmãos em frentes missionárias, ministérios, etc. necessitados de recursos financeiros para a pregação do evangelho.

Usa-se como parâmetro para as ofertas atuais décima parte dos rendimentos (salário, retiradas, etc), no entanto, não é uma obrigação usar a calculadora, oferte com liberalidade e amor.

Em nossos dias o ato de dizimar e ou ofertar estão desgastados; é visto pela sociedade como um meio de explorar a fé dos mais simples. Esta visão deturpada nasceu em decorrência dos exageros praticados por pregadores que não observam os princípios de Deus em suas vidas, e literalmente roubam os servos ao fazerem promessas mirabolantes de riquezas e prosperidades advindas da entrega do dízimo.

Bia Pereira disse...

Ofertar segundo a prosperidade de cada um, está de acordo com a Palavra de Deus, mas dizimar não.
Porque a Palavra diz em Gálatas 4:21-31, que a igreja escrava (que usa doutrinas da lei), não vai herdar a salvação junto com a igreja que vive unicamente pela graça, porque quem vive pela lei é escravo e não filho.
Se desejar mais informações sobre o dízimo, leia o livro: Idolatria evangélica, eis i link: https://drive.google.com/file/d/0B-6eWEIoF3QHR0IycWhYdE9fUVU/view?usp=sharing

Anônimo disse...

Voce disse que não é certo fazer campanha. Mas e na passagem das muralhas de jerico que Deus manda o primeiro dia da uma volta no segundo dia mais uma volta isso é uma campanha.

Bia Pereira disse...

O Antigo testamento são sombras de coisas futuras, a respeito de coisas espirituais.
Sobre as muralhas de Jericó, o próprio Deus mandou que assim fizessem para o propósito que Deus tinha sobre aquele determinado assunto, diferente de hoje que os homens determinam algo sobre determinados assuntos.
Se atentar para a revelação espiritual embutida sobre o derrubar as muralhas, sabemos que temos lutas espirituais, que dependendo da situação, temos que jejuar e batalhar em espírito para que certas muralhas, obras malignas, caiam por terra.
Não vemos Jesus e nenhum dos discípulos ensinando a fazer campanhas, eles estavam sempre reunidos em suas casas ou nas casas dos irmãos, em orações a Deus, uns pelos outros.
Se for levar pelo entendimento de homem natural, vou fazer como certos homens malignos fazem hoje em dia: construir templo de Salomão, arca da aliança e ficar idolatrando objetos.
Está difícil encontrar a verdadeira Igreja de Cristo no meio de tanta apostasia, porque ela vive tão somente na graça de Jesus Cristo, na simplicidade do Senhor Jesus, ela não é famosa, não faz shows gospeis, não cobram por CDs, livros, pregações, não sustenta mercenários, não prega heresias, não fica à mercê de homens mas sim, na dependência de Cristo, lê e medita na Palavra para não ser enganada pelos lobos, pois afinal a Palavra diz que se possível fora enganariam até aos escolhidos.
Não se deixe levar por coisas que "aparentemente" parecem ter vindo de Deus, milagres que também "aparentemente" vieram de Deus, guie-se somente pela Palavra de Deus e seu Espírito, porque os dias são maus e a tendência é piorar a cada dia.
Que Deus abençoe sua vida, paz ao seu coração em Cristo.

Bia Pereira disse...

Caro anônimo, não adianta ficar aqui defendendo o dízimo da lei, aqueles que desejam sinceramente viver na graça e verdade de Cristo, entendem que não há doutrinas da lei na graça de Jesus Cristo.
Os que são de Cristo não colocam vinho novo(graça)em odre velho(lei), não costuram remendo novo(graça)em vestido velho(lei).
A Igreja verdadeira é representada pelas virgens prudentes que possuem o azeite verdadeiro (Espírito Santo) em suas lâmpadas, a igreja que vive em doutrinas da lei de Moisés é a igreja escrava representada pelas virgens loucas, que desprezaram a graça com doutrinas da lei.

Os que vivem pela lei de Moisés não entendem a Palavra de Deus espiritualmente, não entendem porque ou ainda não nasceram de novo ou por causa das doutrinas de engano, não cresceram espiritualmente.

Quando alguém nasce de novo e é alimentado com a verdadeira Palavra de Deus, entende a Palavra espiritualmente e sabe que a lei para os que nasceram do Espírito se tornou espiritual e não mais entendida pela frieza da letra morta.
A lei se tornou espiritual após a morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo, por isso o sábado dos salvos não é o sábado terreno mas sim, o sábado eterno, o nosso descanso é em Cristo e não no dia da semana.
A mesma coisa é o dízimo, não há mais ministério levítico, se tivesse que entregar dízimos (QUE NUNCA FOI DINHEIRO), deveria entregar aos levitas no templo, que era justamente para o sustento deles que não tiveram herança com os filhos de Israel.

Se você insiste em viver com doutrinas da lei, é livre arbítrio seu, assim como os judeus que não aceitam a graça por causa da lei, e para o crente verdadeiro, o fim da lei é Cristo para a justiça de todo aquele que crê.

O dízimo para os salvos, são coisas espirituais que são entregues para Deus, as obras, os frutos, as almas salvas, esses são os tesouros que são entregues na casa do tesouro do céu, e não mais coisas materiais, porque somos espirituais e o pecado não tem mais domínio sobre aqueles que vivem em espírito, pois a lei foi feita para os pecadores e não para os justos:

1 Timóteo 1:9,10
"Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas,
Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina..."

Não vou ficar discutindo aqui com você, já te indiquei o livro sobre o dízimo, se você se interessa realmente pela verdade da Palavra de Deus e pelo Reino dos céus, leia e peça confirmação a Deus, em oração e jejum, pois quem busca a verdade de Deus com zelo sempre a encontra, mas se preferir ficar com a mentira a qual você foi ensinado é um direito seu.

Se deseja viver na lei, viva, mas não se esqueça que não pode tropeçar em um só ponto, e ainda terá que guardar o sábado natural, se circuncidar, e praticar todos os 603 preceitos da lei, mais os dez mandamentos e ainda viverá sobre a maldição da lei. "Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos." Tiago 2:10

Bia Pereira disse...

Sobre o fato de dar dinheiro para sustento de prédio, te digo que Deus sustenta a sua obra verdadeira sem precisar ficar extorquindo dinheiro das ovelhas com doutrinas da lei.
Após Cristo, a sua Igreja se reunia nas casas dos irmãos, e os irmãos repartiam o que tinham com os que passavam necessidades, não havia prédio para reunião, isso foi invenção de homens, e sabemos que a partir de então o evangelho acabou virando comércio e suas doutrinas fermentadas com a lei. E Paulo avisou que após s partida dele surgiriam no meio do povo lobos que não poupariam ao rebanho.
Leia e medite na Palavra de Deus, busque a verdade de Deus: 1 Coríntios 7:23
Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens.

Bia Pereira disse...

Estava demorando se revoltar e me escrever com letras gritantes, isso sempre acontece com aqueles que possuem espírito judaizante.
Não posso vender meus bens porque simplesmente não tenho bens e pra falar a verdade nem salário, pois vivo com minha filha que cuida de mim.
Não irei publicar seu comentário, simplesmente porque você não está interessado na verdade da Palavra de Deus, procure blogs que preguem o que você gosta de ouvir, quer viver pela lei viva, você já deve ser bem grandinho para decidir em que caminho deseja andar.
Escrevo a verdade da Palavra de Deus para aqueles que desejam de coração sincero, serem filhos verdadeiros e caminharem com o Senhor.
Cada um tem seu livre arbítrio, a verdade foi dita, agora é com você e Deus.

Diego Neves disse...

A paz irmã!!!

Me perdoe pelas palavras que coloquei. Não tive a intenção de te ofender, apenas quis mostrar o que entendo com relação a lei X graça. Não estou revoltado e muito menos com espírito judaizante. Só tenho um entendimento que se diverge com o seu. Se eu estiver errado com este conceito, o Espírito de Deus vai me convencer. E o que eu mais quero é aprender a palavra de Deus.

Graça e paz!!!

Bia Pereira disse...

Tudo bem Diego, está perdoado, me perdoe também se falei algo que tenha te magoado.
Já conversamos sobre esse assunto, interessante lembrar que sobre o livro, você leu apenas a parte que lhe interessava, mas importante lê-lo inteiro porque lá está muita coisa importante a respeito desse assunto.
Precisa ler com espírito humilde, espírito de quem anseia pela verdade do Senhor e não armado até os dentes com o que determinou ser o certo, sei da dificuldade porque aprendeu assim desde o começo, e que não é desejo de nosso inimigo que os filhos de Deus encontrem a verdade, mas sei que aqueles que amam ao Senhor de coração sincero, o Senhor dará entendimento.
Na lei existe revelações espirituais embutidas, revelações que somente o Espírito Santo faz entender, mas muitas vezes estamos contaminados por doutrinas de engano que nos foram ensinadas por isso não conseguimos entender, eu mesma depois de cinco anos no caminho verdadeiro, estou entendendo coisas que de início sabia ser a verdade, mas ainda não tinha entendimento espiritual sobre o assunto, mas Deus é bom e não deixa seus filhos confundidos.
O que você não entende ainda, coloque nas mãos do Senhor e peça a ele que te revele e confirme e sei que ele o fará.
No mais o que precisar de mim pode me escrever que terei imenso prazer em ajudar, assim como qualquer outra pessoa que desejar algum esclarecimento sobre as postagens desse blog, estou à disposição.
Paz ao seu coração em Cristo.

Bia Pereira disse...

As denominações dizimistas chamam de seita os que guardam o sábado, no entanto, estão tão debaixo da lei quanto eles, são escravos e não filhos, são carnais e não espirituais, pois a lei foi feita para os pecadores e não mais para os justos que vivem em espírito.

Se quer dar dízimo, guarde também o sábado, viva no olho por olho, dente por dente, não se esqueça de circuncidar-se, e lembre-se que são 603 preceitos mais os dez mandamentos. Toda a lei consiste em guardar TUDO o que está escrito no livro da lei de Moisés, e esqueça a justificação por Cristo, pois os da lei são da carne, da letra morta e do ministério da morte. Somente os que vivem unicamente pela graça, por Cristo, são justificados, pois são espirituais, vivem da revelação da lei pelo Espírito Santo, e pertencem ao ministério do Espírito.

Os que nasceram de novo, o pecado não tem mais domínio sobre eles, por isso não vivem mais sob a lei de Moisés, morreram para a lei para viverem para Cristo, resumindo: os que vivem em Cristo são espirituais e guiados pelo Espírito.
Quando em Romanos 8, a Palavra diz que não há mais nenhuma condenação para os que estão em Cristo, é porque os que nasceram de novo em Cristo não vivem mais na carne, agora, se não nasceu de novo ainda vive na carne e debaixo da lei:

Romanos 8:1-14
Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.
Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne;
Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.
Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.
Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.
Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.
Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.
E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.
E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.
De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne.
Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.
Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus.

PS: Não irei mais publicar comentários anônimos, pois filho de Deus não se esconde atrás do anonimato, filho de Deus tem nome.

Bia Pereira disse...

O problema não está em aceitar opiniões, porque a palavra de Deus não pode ser interpretada no "eu acho", "eu penso", "meu ministério diz", "minha igreja ensina assim", pois a Palavra de Deus tem somente um intérprete que é o Espírito Santo, se eu colocar aqui todas as tentativas de ensinamentos que desejam me mostrar o contrário do que a Palavra diz, irá confundir aqueles que realmente desejam aprender as verdades do Senhor, sua Palavra maravilhosa e verdadeira. De enganos já chega os que estão lá fora, nas ditas igrejas evangélicas, onde só há fermento, onde cada uma tem sua doutrina, sua placa, sua interpretação, como se Deus fosse confuso e falasse em cada lugar uma coisa.
Se você deseja conversar através de email tudo bem, basta enviar seu email através do contato desse blog, posso conversar com você, mas não vou ficar debatendo aqui nos comentários.

Paz ao seu coração em Cristo.

Bia Pereira disse...

Caro Luiz, peço a você, se deseja mesmo servir a Deus de coração e andar somente em sua verdade, que leia o seguinte livro: Idolatria evangélica, dízimo e ofertas, eis o link: https://drive.google.com/file/d/0B-6eWEIoF3QHR0IycWhYdE9fUVU/view?usp=sharing

Esse livro esclarece à luz da Palavra de Deus, tudo o que se refere ao dízimo.

No novo testamento não foi instituído o dízimo, porque o sacerdócio levítico teve fim, hoje ele tem revelação espiritual, assim como o dízimo que nunca foi dinheiro, mas sim alimento, mas hoje ele também tem revelação espiritual, ele representa coisas espirituais, como dons, frutos, almas que ganhamos para Deus, enfim, coisas espirituais que são entregues para Deus, no novo testamento existe apenas a oferta segundo cada um propõe em seu coração e segundo a prosperidade de cada um, o que passa disso é doutrina de homens e de demônios, para depenar ovelhas sem entendimento da Palavra de Deus e blasfemar o nome santo de Deus e do Senhor Jesus Cristo. Os que defendem doutrinas da lei estão com véu sobre seus rostos, ainda não entendem que a lei se tornou espiritual e o dízimo também.

Romanos 7:14
Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado.

2 Coríntios 3:14-16
Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido; E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles. Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará.

Leia também o livro de Gálatas e peça ao Senhor que te ajude a entender, quando desejamos a verdade de Deus, sempre a encontramos.


JOSE disse...

EU QUERO DEBATER COM VC DENTRO DA BÍBLIA, SEM ARGUMENTOS PESSOAIS. VC NÃO PÚBLICA OS COMENTÁRIOS. SE VC TEM CONVICÇÃO DE SUA OPINIÃO, DEBATEREMOS DENTRO DA BIBLIA. PAZ DE CRISTO

Bia Pereira disse...

Me mande seu email pelo contato desse blog e conversaremos.
Não vou debater em comentários.

Bia Pereira disse...

Luiz, me mostre um único versículo que comprove que o dízimo era dinheiro, não confunda dízimo com ofertas, dízimo era algo específico para a tribo de Levi que não teve herança com as doze tribos de Israel, pois eles foram escolhidos pelo próprio Deus para terem parte no ministério.
Aqueles que vivem debaixo da lei, como dizimistas e sabatistas, não entendem que a lei se tornou espiritual (Romanos 7:14)
Os judeus desprezavam Cristo porque ele violava a lei, se Cristo viesse hoje, os mesmos dizimistas e sabatistas não creriam nele e o crucificariam, porque são as virgens imprudentes, aqueles que possuem o azeite falso em suas lâmpadas, azeite que é comprado por dinheiro.
Os carnais sempre levam a interpretação da Palavra de Deus para o lado do dinheiro, eles compram tudo até mesmo a falsa salvação da alma, pois dizem que se você não der o "dinheiro", que dizem "pertencer a Deus", você é ladrão de Deus, isso é uma blasfêmia, porque o sangue do Cordeiro nos comprou por bom preço, preço de sangue do Filho de Deus, não nos façamos servos dos homens.
Inventam tudo o que é possível para transformar o que é espiritual em coisas materiais, mas o filho espiritual discerne bem tudo e por ninguém pode ser discernido, porque os filhos de Deus que nasceram de seu Espírito Santo, são espirituais e buscam as coisas espirituais, o dinheiro para a obra, ele move o coração dos seus filhos para contribuírem, pois ele é Deus e a obra é dele e não do homem.

1 Coríntios 2:
E EU, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria.
Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.
E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.
E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder;
Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.
Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam;
Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória;
A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória.
Mas, como está escrito:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam.
Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.
Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.
Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.
As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.
Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

Se morri para o mundo e desprezo as obras da carne como ainda viverei pelas obras da lei? Morta estou para a lei pelo Corpo de Cristo, pois sou filha espiritual, já não vivo no pecado porque vivo em espírito, hoje sou justa porque fui justificada por Cristo, os que estão debaixo da lei, estão debaixo de maldição porque ainda são carnais, pois a lei foi feita para o pecador.

Quem ama a verdade de Deus, sempre a procura e sempre a encontra.

Bia Pereira disse...

Luiz, eis a passagem que você citou que o dízimo seria dinheiro:

Deuteronômio 14:22-29
Certamente darás os dízimos de todo o FRUTO DA TUA SEMENTE, que cada ano se recolher DO CAMPO. (Dízimo dos alimentos)
E, perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, COMERÁS os dízimos do teu GRÃO, do teu MOSTO e do teu AZEITE, e os primogênitos das tuas VACAS e das tuas OVELHAS; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus todos os dias.
E quando o caminho te for tão comprido que OS NÃO POSSAS LEVAR, por estar longe de ti o lugar que escolher o Senhor teu Deus para ali pôr o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver abençoado;
Então VENDE-OS, e ata o dinheiro na tua mão, e VAI ao lugar que ESCOLHER o Senhor teu Deus;
E AQUELE DINHEIRO DARÁS por tudo o que deseja a tua alma, POR VACAS, e POR OVELHAS, e POR VINHO, e POR BEBIDA FORTE, e por tudo o que te pedir a tua alma; COME-O ali perante o Senhor teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa; (Continua sendo alimento)
Porém não desampararás o levita que está dentro das tuas portas; pois não tem parte nem herança contigo.
Ao fim de três anos tirarás todos os DÍZIMOS DA TUA COLHEITA no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas;
Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, E COMERÃO, E FARTAR-SE-ÃO; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem.

Repare que os Senhor está falando com os filhos de Israel, e porque o dízimo aqui foi transformado em dinheiro? Resposta: Em ocasião especial, quando a pessoa não podia levar os alimentos, porque o caminho a percorrer era muito longo, então a pessoa deveria vender o que ele levaria, pegar o dinheiro e onde o Senhor o tivesse mandado ir, deveria comprar essas coisas novamente para ele próprio se alimentar e toda a sua família, portanto, Deus não mandou dar dinheiro para ninguém porque o dízimo NUNCA foi dinheiro...

Então virá o levita (pois NEM PARTE NEM HERANÇA tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem.


antonio disse...

Alguém diz que não se deve mais dar o dizimo. Jesus porém falou o oposto. Ao repreender os fariseus por serem dizimistas mas não terem fé, não serem justos e misericordiosos, Ele ensinou que o dizimo deve ser dado. Alguns argumentam que este ensino não serve para nós pelo fato do Senhor ter se dirigido aos fariseus. Este argumento é muito infundado, pois se for pensar assim, os mandamentos não servem para nós pois foi dado aos israelitas, os ensinamentos de Cristo não servem para nós pois foram digiridos aos discípulos, as cartas não servem para nós pois foram escritas a determinadas igrejas, e as promessas de Jesus em apocalipse também não servem pois foram digiridas a 7 igrejas da Ásia.... enfim, vemos q este argumento é sem sentido. O que está na Biblia deve ser seguido indepentende à quem foi digirido, se Jesus ensinou serve para todos que o servem. pois a Bíblia diz q toda escritura serve para ensinar o servo de Deus e deve ser seguida por todos. Certamente a igreja primitiva dava o dizimo pois Jesus ensinou isto e eles seguiam seus ensinos, quando ainda não havia as cartas.

Bia Pereira disse...

Caro Luiz, como eu disse acima pra você, os da lei entendem somente a Palavra de Deus pela letra morta, sem revelação. O maligno também conhece a Palavra de Deus todinha, só tem um porém, ele não conhece a revelação espiritual nela embutida porque ele não tem o Espírito de Deus nele, assim como os que vivem pela lei de Moisés.

Engano seu dizer que os cristãos de antigamente dizimavam, porque isso é mentira do maligno, os que dizimavam eram os da lei, os judeus para quem a lei foi dada no princípio, eles viviam sob a lei porque Cristo ainda não tinha morrido na cruz para que a nova aliança fosse validada, mas após a morte e ressurreição do Senhor, a lei passou a ser espiritual, pois embutida na lei estão as preciosas revelações do Espírito Santo, mas os que vivem com doutrinas da lei não conseguem entender essas revelações porque não conseguem se justificar em Cristo, viver tão somente pela graça.

E os filhos de Deus não precisaram de dízimo para que a Palavra fosse proclamada, Deus é Deus, Ele cuida de sua Palavra e de seus filhos, ele move os corações para que não falte nada em sua obra, e tudo isso é pela lei do amor incondicional de Cristo nos corações dos irmãos e não mais pela imposição da lei de Moisés, que amaldiçoava o transgressor da lei e não tinha misericórdia.
Satanás não destrói as finanças da atual igreja que se diz evangélica, porque ele já a vem destruindo com doutrinas da lei, e outras doutrinas de homens e de demônios, as quais o apóstolo Paulo nos disse para considerar anátema, porque é outro evangelho, o falso evangelho, que faz das ovelhas uma grande escravidão, tudo o que tem acontecido, os escândalos envolvendo a maioria dessas arapucas, é consequência do pecado contra Cristo.

Cada um escolhe o caminho que quer seguir, os que são interessados pela verdadeira Palavra de Deus, escolhem caminhar unicamente pela graça, viverem unicamente na graça do Senhor Jesus Cristo. Para os da lei, eu deixo o seguinte versículo:

Gálatas 5:4
Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.

Bia Pereira disse...

Sinto muito te dizer Antonio, mas enganaram você, te ensinaram a ser escravo da lei da obrigação do amor condicional, tem que dar o dízimo que nunca foi dinheiro, para os homens que assim ensinaram, senão você vai para o inferno. Os homens decidiram que, para conseguir ir para o céu, você tem que pagar um pedágio, senão, nada feito, você vai direto para o inferno.

Entenda que quando Jesus falou com os fariseus, aqueles mesmos que ele disse que eram filhos do Diabo, ele cobrou o amor que deveria ser o principal ponto da lei, porque os fariseus davam o dízimo de tudo mas não tinham o principal que era o amor.
O dízimo faz parte da antiga aliança que Deus fez com o povo de israel, e quando Jesus estava falando com os fariseus, eles ainda estavam debaixo da lei, pois a nova aliança, o novo testamento, ainda não tinha entrado em vigor porque o testador que era o Senhor Jesus Cristo, ainda não tinha morrido, pois um testamento só tem validade com a morte do testador, assim como diz a Palavra de Deus:

Porque onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testador.
Porque um testamento tem força onde houve morte; ou terá ele algum valor enquanto o testador vive? Hebreus 9:16,17

Leia o capítulo todo de Hebreus 9, e peça a Deus que te ajude a entender. O livro todo de Hebreus, Gálatas, são preciosidades que ensinam a respeito da lei e da graça.

Entenda que a lei foi feita para os que vivem na carne e não para os que nasceram de novo em Cristo, pois a lei foi feita para o pecador.
Você só segue a lei se estiver na carne, se for pecador, mas se você for espiritual, se morreu para o mundo para viver para Deus, o pecado não tem mais domínio sobre você:

1 Timóteo 1:9,10
Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas,
Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina...

Note que no final diz que a lei também é para todo aquele que for contrário à são doutrina, que for contrário à verdadeira palavra de Deus, portanto, os que vivem em doutrinas da lei são contrários à sã doutrina. Busque a verdadeira Palavra, para de seguir a homens que te levarão para a perdição. Leia Gálatas 4:21-31, e que Deus tenha misericórdia de você assim como teve de mim.

Bia Pereira disse...

É tanto anônimo que já nem sei mais com quem estou falando, se é que falaram a verdade sobre seus nomes.

Uma coisa eu sei, não me escondo porque não devo nada a ninguém, se querem se esconder se escondam, de Deus mesmo ninguém pode se esconder pois ele sonda os corações e conhece as intenções de cada um.

Sou livre em Cristo, nasci de novo, não vivo mais debaixo da lei, mas sim, debaixo da graça maravilhosa do Filho de Deus e com Ele vou caminhando e aprendendo a cada dia mais.

Somos sim, o Israel de Deus, o Israel espiritual de Deus, seu povo escolhido, o povo que ele escolheu para ser livre em espírito, pois somente quem é livre em espírito não pratica as obras da carne. Quem é espiritual sabe que a lei se tornou espiritual, não se guarda o sábado natural porque o sábado é figura do descanso eterno daqueles que são espirituais, a mesma coisa é o dízimo, deixou de ser material para ser espiritual, hoje o dízimo não é mais alimento para a carne, são coisas espirituais, como os dons que recebemos, os frutos do Espírito, as almas que ganhamos para Deus, coisas que vem de Deus e que são entregues para Deus e guardadas na casa do tesouro do céu.
Tudo foi escrito em figuras representando coisas espirituais que após Cristo, entenderíamos pelo Espírito Santo que habita em nós.

Hebreus 8:10
Porque esta é a aliança que depois daqueles dias Farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo;

O que significa "Por as minhas leis no seu entendimento?"
Significa que o Senhor dará entendimento espiritual da lei, entendimento esse, das coisas espirituais, coisas que são revelações de seu Espírito, para aqueles que nasceram do Espírito de Deus.

Mas os que vivem sob doutrinas de lei, não vão além da letra morta, pois possuem entendimento de homem natural não espiritual, ainda estão com um véu sobre seus rostos, assim como os filhos de Israel estavam e ainda estão, com espírito judaizante.

Bia Pereira disse...

Continuando...
Há dois ministérios, o ministério da morte (lei) e o ministério do Espírito (graça). Ou você pertence a um, ou você pertence ao outro:

1 Coríntios 3
PORVENTURA começamos outra vez a louvar-nos a nós mesmos? Ou necessitamos, como alguns, de cartas de recomendação para vós, ou de recomendação de vós?
Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens.
Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração.
E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;
Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,
O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.
E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória,
Como não será de maior glória o ministério do Espírito?
Porque, se o ministério da condenação foi glorioso, muito mais excederá em glória o ministério da justiça.
Porque também o que foi glorificado nesta parte não foi glorificado, por causa desta excelente glória.
Porque, se o que era transitório foi para glória, muito mais é em glória o que permanece.
Tendo, pois, tal esperança, usamos de muita ousadia no falar.
E não somos como Moisés, que punha um véu sobre a sua face, para que os filhos de Israel não olhassem firmemente para o fim daquilo que era transitório.
Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido;
E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles.
Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará.
Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.
Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

Bia Pereira disse...

Sabe Luiz, se eu não conhecesse o verdadeiro Evangelho poderia até me comover com o seu testemunho, tempos atrás, antes de conhecer a verdadeira graça, fui conduzida por causa dos milagres, à uma falsa igreja, porque vi crianças serem "supostamente" curadas de enfermidades cruéis, mas lá Deus me mostrou muitas coisas que não condiziam com sua Palavra. Então parei de ser guiada por aquilo que meus olhos viam e passei a ser guiada por tudo o que a Palavra diz que verdadeiramente é. Desde então Deus tem me ensinado as maravilhas que estão embutidas na lei do velho testamento.

O erro das igrejas dizimistas é exatamente esse que você cometeu: Pagar para poder ter algo.

Há doutrinas que ensinam e pregam que há outra condição para ser salvo, exemplo: ser dizimista, guardar o dia de sábado, e outras...

Toda doutrina que tem essa base de entendimento, para alcançar a salvação deve ser dizimista fiel, deve guardar o dia de sábado... e outras CONDIÇÕES, conforme a Bíblia, são doutrinas malignas, pois está excluindo o Amor incondicional de Jesus Cristo.

Segundo o Apóstolo Paulo, é o outro evangelho, não é o Evangelho da Graça de Jesus Cristo.
E a expressão que Paulo deixa é clara: seja anátema - maldito.

Essas doutrinas que escurecem e fazem sombra contra a plenitude da graça de Jesus Cristo, pode atentar, são sustentadas através de fatos e testemunhos, ou até por algum acontecimento que deu origem ao ministério, baseado na "TROCA".
Exemplo: Nossa casa/família vivia em necessidades e dificuldades... ninguém entendia a razão... mas bastou dar dinheiro - seja qual doutrina for - a prosperidade iniciou.

Ou seja, somente quando deu algum dinheiro ou sacrificou algo é que Deus respondeu com uma bênção.

Deus abençoa, mas precisa pagar. O extremo é conduzir esse maligno ensino no que diz respeito à salvação da alma.

Deus Pai poderia ter dado o dízimo de tudo o que Ele possui para Satanás para pagar nosso resgate, sem precisar entregar seu próprio Filho para pagar o preço, pois ensinam que se o crente não entregar o dízimo, não tem salvação.

Os testemunhos apresentados, quando tentam disfarçar a CONDICIONANTE, procuram de alguma forma embutir dissimuladamente a base da doutrina.

Bia Pereira disse...

Existem duas igrejas que se dizem a noiva de Cristo, a da lei e da graça.

As duas fazem a obra de Deus mas somente a que vive unicamente pela Graça é que será reconhecida pelo esposo Jesus Cristo. Note que em Mateus 7:21-23 Jesus diz:

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

Jesus já ensinava que não se pode colocar vinho novo (graça) em odre velho (lei), fazer isso é praticar iniquidade, pois tudo se estragará. Vinho novo se coloca em odres novos.

Eu nunca dei dízimo em minha vida, e Deus sempre cuidou de mim e nunca me deixou passar necessidade, nunca vivi no luxo, mas tenho o necessário para viver.

Já ouvi inúmeros testemunhos como o seu, que alguém vivia no vermelho e passou a dar dízimo e tudo melhorou. Uma vez falei para um irmão muito temente a Deus sobre os milagres da tal igreja que frequentei, e quando ele lia meu email, o Espírito Santo disse a ele, que as pessoas eram curadas conforme iam pagando. E eu te digo que o dízimo é a mesma situação, se você deixar de pagar, vai voltar a passar necessidade, pois só vai bem enquanto está pagando, deixou de pagar tudo piora.

Jesus mesmo disse que de graça recebemos e de graça devemos dar, ele abençoa seus filhos simplesmente por sua infinita bondade, amor e misericórdia, e jamais cobrará nada por isso.

Ore a Deus e busque a verdade, jejue e Deus te confirmará. O que busca a verdade de Deus de coração sincero, sempre a encontrará.

Bia Pereira disse...

Hernandes, seu texto com suas justificativas de homem natural não me convenceram nenhum pouco, principalmente quando li a frase blasfema dessa doutrina de demônio: "Dízimo é dívida. Não pagar dízimo é roubar de Deus."

O que está se roubando de Deus? O dinheiro imundo desse mundo?
Deus é Espírito não precisa de dinheiro, e seus filhos são nascidos de seu Espírito, portanto, são espirituais também. O dinheiro para a obra, Deus move os corações, assim como faziam as igrejas que eram nos lares dos irmãos, na época de Cristo, eles arrecadavam dinheiro, ofertas livres, para ajudarem os apóstolos ou os irmãos que necessitassem. Como já disse em comentário acima, os carnais quando leem a Palavra de Deus, transformam tudo em dinheiro, em prosperidade material, por causa da lei, do espírito judaizante que está neles, o mesmo espírito que estava naqueles que crucificaram Cristo. Quem vive alimentando o espírito em igreja escrava, igreja judaizante, não nasce verdadeiramente de novo, e seu entendimento sempre será carnal, entendimento de homem natural não espiritual.

Romanos 7:1-6
NÃO sabeis vós, irmãos (pois que falo aos que sabem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive?
Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido.
De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for de outro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido.
Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus.
Porque, quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, que são pela lei, operavam em nossos membros para darem fruto para a morte.
Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.

Se você está na carne, você dá o dízimo da lei, porque você é pecador. Mas você precisa também guardar o sábado natural, fazer circuncisão, enfim, guardar toda a lei, pois quem vive para a lei tem que cumprir sem tropeçar em um só ponto, se usa o dízimo da lei, use também todo o resto.

Tiago 2:10,11
Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.
Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu pois não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei.

Pare de blasfemar de Deus e volte para o Evangelho verdadeiro, o da graça, e viva unicamente na graça, sem lei, porque os filhos estão mortos para a lei pelo Corpo de Cristo. pois pertencemos a ele.

Se ficar com a lei, será julgado por ela, sem misericórdia.
Sabe quem realmente rouba a Deus? Os que pregam o falso evangelho anátema da lei, pois estão ensinando almas a viverem em escravidão, e os escravos serão lançados fora, como diz em Gálatas 4:21-31



Bia Pereira disse...

Gálatas 4:21-31
Dizei-me, os que quereis estar debaixo da lei, não ouvis vós a lei?
Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava, e outro da livre.
Todavia, o que era da escrava nasceu segundo a carne, mas, o que era da livre, por promessa.
O que se entende por alegoria; porque estas são as duas alianças; uma, do monte Sinai, gerando filhos para a servidão, que é Agar.
Ora, esta Agar é Sinai, um monte da Arábia, que corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos.
Mas a Jerusalém que é de cima é livre; a qual é mãe de todos nós.
Porque está escrito: Alegra-te, estéril, que não dás à luz; Esforça-te e clama, tu que não estás de parto; Porque os filhos da solitária são mais do que os da que tem marido.
Mas nós, irmãos, somos filhos da promessa como Isaque.
Mas, como então aquele que era gerado segundo a carne perseguia o que o era segundo o Espírito, assim é também agora.
Mas que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre.
De maneira que, irmãos, somos filhos, não da escrava, mas da livre.

Unknown disse...

Com dízimo ou sem dízimo se amar mais a a si próprio ou quaisquer coisas desse mundo mais do que a Deus, não serás digno Dele. Não defendo a nada porque nada tenho como minha defesa pois destituído e pecador sou, mas todos os dias devo AMAR, ME ALEGRAR, TER PAZ, TER CORAGEM SUPORTANDO AS ADVERSIDADES, PENSAR E PRATICAR A BONDADE, TER CERTEZA NAS PROMESSAS DE DEUS, SER CALMO E MANSO E TER EQUILÍBRIO EMOCIONAL PARA AJUDAR MEUS IRMÃOS E PRINCIPALMENTE NÃO JULGAR, MAS SIM FAZER A MINHA PARTE DIANTE DE DEUS.

Bia Pereira disse...

Caro Edmilson, na graça do Senhor Jesus Cristo não tem essa de "com dízimo ou sem dízimo", mas sim somente "sem dízimo", porque na graça não tem dízimo, o dízimo era da lei que Cristo aboliu.
Você disse que não defende nada, mas eu te digo que eu defendo a Palavra de Deus com todo o meu coração. Quem gosta dessa conversa de não defendo nada é o maligno, porque assim ele faz o que quiser contra a Palavra de Deus e assim continua matando as ovelhas de Cristo com suas doutrinas anátemas.

Como diz a Palavra de Deus:
1 Timóteo 5:8
Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel.

Nesse versículo está incluída também a família de Deus, quem não cuida da família de Deus é pior do que o infiel, e cuidar não é somente dar o que é material, mas sim o espiritual também porque nem só de pão viverá o homem mas de toda a Palavra que procede da boca de Deus, e Palavra distorcida, do falso evangelho da lei e do falso cristo, não faz ninguém nascer de novo e muito menos crescer espiritualmente.

Lei é lei, graça é graça... vinho novo não se coloca em odre velho, porque estraga tudo e faz perder a salvação.

Se você acha que não tem problema nenhum viver debaixo de doutrinas da lei, saiba que com isso você pisa no sangue da nova aliança com que foi santificado e vive debaixo de maldição, pois não aceita que Cristo se tornou maldição em seu lugar, não aceita que o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.

Filho de Deus não julga as coisas pelos seus achismos ou pela aparência, mas sim, pela Palavra de Deus, pois ela está julgando tudo e todos, salvando e condenando pela Palavra que Cristo pregou.

Se você pertence à igreja da lei, você é escravo e não filho, filho verdadeiro vive unicamente pela graça de Jesus Cristo.

Para aqueles que acham que viver pela lei não tem nada de mais, veja o que vai acontecer com a igreja que vive pela lei:

Gálatas 4:30,31
Mas que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque DE MODO ALGUM o filho da escrava herdará com o filho da livre.
De maneira que, irmãos, somos filhos, não da escrava, mas da livre.

Crente que fica acomodado vendo o Diabo destruindo a igreja do Senhor, lobos arrancando a pele das ovelhas, barganhando bênçãos, vendendo dons e comercializando tudo que deveria ser dado de graça, usando a lei de Moisés para arrancar dinheiro de ovelhas ignorantes da Palavra de Deus, vendendo o corpo que deveria ser de Cristo em troca de favores políticos, crente que olha tudo isso e não faz nada é conivente com o engano e vai ser condenado juntamente com esses ímpios que usam o nome de Deus e do Senhor Jesus Cristo para viverem de bem com a vida fazendo a vontade do Diabo.

Aline Amorim disse...

Sou antonia Boa tarde Bia,estou muito feliz em ter encontrado o seu blog, pois a dias que oro a Deus para me mostrar a verdade como devo proceder. pois fico muito triste de evangelizar e sabendo que estas pessoas estao indo para o matadouro.Pois as pessoas vao ate a igreja em busca de uma soluçao, porque estao sofrendo e chegando la, e pregado a cura e libertaçao depois vem os dizimos e os envelopes de campanha, e ainda pergunta voceis pagaram pra receber a cura ou a bençao. As pessoas estao totalmente surda e cegas a respeito, Eu sempre me sentir encomodada com isso mas vendo suas postagens vi que verdadeiramente o que estou fazendo nao e correto pra Deus. Obrigada peço mais intruçoes, Por favor.

Bia Pereira disse...

Paz do Senhor Jesus Cristo.
Olá Antonia gostaria de saber se posso te escrever através do email da Aline, assim poderemos conversar sobre o que me escreveu.

Bia Pereira disse...

Me desculpe Antonia, falei sobre escrever através do email da Aline mas não tenho email dela, somente o perfil do google +. Como posso entrar em contato com você? Na coluna do lado direito de meu blog tem um formulário de contato, por favor me escreva e envie um email para que eu possa te ajudar ok?
Abraço irmã.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ATENÇÃO!

Estou disponibilizando, alguns estudos em PDF para baixar em seu computador.
1-Para fazer download, basta clicar na foto relativa ao estudo.
2-O PDF será aberto.
3-Clique na flechinha para fazer o download.
Demora um minutinho, espere que ele abrirá uma janela, basta clicar em Ok.

Que Deus abençoe sua leitura.
Qualquer problema em abrir o documento, ou com o download, basta me escrever: através do formulário na coluna à direita.

Todos os Estudos são baseados nas Sombras das Coisas Futuras

Isaque o Unigênito de Abraão, no Contexto Igreja Livre e Igreja Escrava

Quando Deus Ouve e Atende a Voz de seu Povo para o mau.

A Bíblia diz que Adão não foi enganado quando pecou, Adão sabia o que estava fazendo.

Arrebatamento da Igreja de Jesus Cristo.

É Possível consultar os mortos como o rei Saul consultou o Profeta Samuel?

Os filhos de Deus Crentes, podem Frequentar Praia ou Festa do Carnaval?

Guardar o Sábado da Lei de Moisés

Divórcio e Novo Casamento, segundo a Bíblia Sagrada

Tatuagem e Piercing são lícitos aos filhos de Deus?

Image and video hosting by TinyPic

Doutrina da Santíssima Trindade Católica Apostólica Romana

Pedófilos e Pedofilia - Abusando de Crianças.

Image and video hosting by TinyPic

O Senhor Jesus Lavando os Pés dos Discípulos-Significado.

O Sábado Natural e o Sábado Espiritual

Igreja de Jesus Cristo nos Lares

A falsa doutrina do uso do véu pelas mulheres.

Quando Deus disse: Haja Luz-não foi criado o Sol, alguém nasceu.

O primeiro homicídio no Céu e o primeiro homicídio na Terra.

Carne e Sangue não Herdam o Reino dos Céus.

Primeira e Segunda mortes.

A mulher pode assumir a liderança na Igreja de Jesus Cristo?

As mulheres estejam caladas nas igrejas.

Jesus Cristo veio cumprir ou anular a Lei do Velho Testamento?

Batismo nas Águas e Santa Ceia do Senhor

A Separação dos Reinos.

Futebol e Idolatria Evangélica.

O Verdadeiro e os Falsos Fundamentos.

A Parábola das Dez Virgens